Assuntos

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

MAURÍCIO

MAURÍCIO

JOGADOR: Maurício
NOME: Maurício Paiva Costa
DATA DE NASCIMENTO: 30 de maio de 1990
LOCAL: Sapeaçu-BA
DATA DE FALECIMENTO: 
LOCAL: 
POSIÇÃO: Meia-Esquerda
PERÍODO: 2010 e 2011
JOGOS:
GOLS:
ORIGEM: Divisões de Base do Vitória, Atlântico-BA, Real Salvador-BA, Bahia
JOGO DE ESTRÉIA: Atlético-GO 0 X 3 Bahia, jogo do Campeonato Brasileiro Série-B de 2009 em 27/11/2015.
JOGO DE DESPEDIDA:
CLUBES NA CARREIRA: Bahia, Bahia de Feira-BA, São Caetano-SP, Galícia

TÍTULOS NO CLUBE

Nenhum

OBSERVAÇÕES: Maurício iniciou na divisão de base do Vitória, aos nove anos de idade. Só que quando ele ia completar 11 anos uma mudança no visual dele o tirou do clube, quando o seu pai pediu para ele pintar o cabelo de loiro. Na época o Treinador do Vitoria era o Dico Maradona (campeão Brasileiro pelo Bahia) que não gostou nada da mudança no cabelo e disse no meio de todo mundo que tava horrível, pedindo para ele só voltar a treinar quando a tinta não estivesse mais no cabelo. O resultado disso foi que o pai do atleta não gostou nada da história e o tirou da Toca do Leão.

A partir daí para não perder contato com a rotina de futuro jogador, o jovem foi treinar em uma escolinha de Salvador. Em seguida, transferiu-se para o Atlântico, passou um tempo no Real Salvador e voltou para o Atlântico.

Aos 17 anos ele conheceu o seu procurador que o escalou para um jogo para ser observado por um empresário servio que estava em São Paulo de passagem. O empresário gostou e acabou levando Mauricio para Sérvia, onde ele permaneceu somente por 9 meses, devido a não ter se adaptado.

De volta ao Brasil, Maurício assinou com o Bahia para integrar o time júnior. Disputou a Taça Estado vencida pelo Fluminense de Feira (o Bahia disputou com a equipe junior) e quando retornou das férias (o time júnior ganhou duas semanas de folga depois da Taça Estado) estava na lista dos jogadores que iam integrar a equipe profissional do técnico Paulo Bonamigo, onde estrearia  diante do Atlético-GO, na última rodada do Campeonato Brasileiro da Série B do de 2009.

Em 2010 teve boa participação nas fases iniciais do Baianão e apenas quatro meses depois teve passagem comprada com destino a Europa pela segunda vez na carreira, onde por 15 dias mostrou naquela oportunidade seu talento no clube Lile do norte da França.

Porém quando retornou da França o meia foi deixado de lado pelo treinador Renato Gaúcho, e mesmo com a chegada do treinador Márcio Araújo, ele não teve muitas oportunidades, uma vez que o clube havia contratado reforços. Então, restou a Maurício jogar pelo time B do Tricolor no Campeonato do Nordeste. 

A oportunidade voltou a bater na porta do jogador quando Chiquinho de Assis assumiu a direção técnica e o garoto voltou a figurar no grupo profissional. Com Vágner Benazzi, teve algumas chances, mas com Chiquinho veio a principal oportunidade no jogo da Copa do Brasil de 2011 contra o Atlético-PR, quando então Maurício entrou bem e chamou a atenção do novo treinador, René Simões, que estrava assistindo à partida.

No final da temporada de 2011 deixou o clube e foi defender o Bahia de Feira, passou pelo São Caetano-SP e agora está no Galícia-BA.

FOTO:

Nenhum comentário:

Postar um comentário