Assuntos

segunda-feira, 9 de março de 2015

JOGO 4864

PARTIDA NUM.: 4864
COMPETIÇÃO: Campeonato Baiano (Quarta de Finais - Jogo de ida)



JOGO: Bahia 5 X 0 Galícia (BA)
DATA: Domingo, 15 março de 2015
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Roberto Santos (Pituaçu)
JUIZ: Diego Pombo Lopez (BA)
AUXILIARES: Jucimar dos Santos (BA) e Carlos Eduardo Bregalda Gussen (BA)
EXPULSÃO: Jonathan (Gal)

C. AMARELO: Patric (Bah)
RENDA: 
PÚBLICO:  
GOLS: Kieza, Thiago Real (2), Léo Gamalho e Titi (Bah)
BAHIA: Jean, Tony, Titi, Robson e Patric; Souza (Bruno Paulista), Wilson Pittoni e Thiago Real; Maxi Biancucchi (Willians Santana), Kieza e Léo Gamalho (Zé Roberto).
TREINADOR: Sérgio Soares
GALÍCIA: Dida, Maxwell, Rafael, Glauber e Jonathan; Gustavo (Thiago Saraçol), Rodrigo Menezes e Rodolfo; Danilinho, Filipe (Mário Luiz) e Eder (João Luís). Técnico: Luciano Silva.
TREINADOR: Luciano Silva

OBSERVAÇÃO: Sétimo jogo do Bahia no Campeonato Baiano de 2015. No clássico do Estádio de Pituaçu, quem começou mostrando as garras foi o Galícia. Logo aos 2 minutos, Jean teve trabalho com um forte chute do jogador Rodrigo. Esta primeira chance empolgou o torcedor galiciano, mas logo depois, aos 5, o Bahia respondeu à altura com uma bomba de Kieza, que obrigou o goleiro Dida a fazer grande defesa.

O tricolor continuou em cima do time granadeiro e aos 9 minutos, o lateral Patric fez um cruzamento na medida para Kieza, que acertou o travessão através de uma cabeçada. Depois deste lance perigoso, o Bahia teve maior posse de bola, continuando a dominar completamente o Galícia, mas o tricolor não teve chances efetivas.

Aos 19 minutos, o Bahia finalmente conseguiu transformar a sua superioridade em gol. Em uma ótima jogada do ataque tricolor, Maxi serviu a Kieza, que mandou um chute forte no contrapé do goleiro Dida. Foi o 5º gol do atacante no Campeonato Baiano. A torcida tricolor, aos gritos de "fica, Kieza!", comemorava o gol.

Com boas jogadas, o Bahia continuou tendo muita facilidade para chegar à área galiciana, e aos 25, Kieza deu passe de cabeça para Maxi, que ficou sozinho e mandou de cabeça. A bola foi defendida pelo goleiro. No lance seguinte, o argentino mais uma vez teve chance ao fazer boa jogada e mandar chute rasteiro que passou perto do gol azulino.

Aos 30, o Demolidor de Campeões trouxe perigo. Após cobrança de escanteio por Jonathan, Rafael cabeceou e a bola passou muito perto.  Cinto minutos depois, o Galícia teve mais uma chance, mas o atacante Éder falhou na finalização e o tricolor Wilson Pittoni prontamente afastou a bola.

Aos 40 minutos, Kieza aproveitou falha da defesa azulina, foi ao fundo e mandou cruzamento rasteiro. O goleiro Dida foi mais rápido e impediu uma finalização de Maxi. O Bahia seguiu explorando os flancos com grande eficiência, dessa vez Tony, aos 43, cruzou e quase obrigou a defesa do Galícia a marcar um gol contra. Foi à última oportunidade desta primeira etapa.

Segundo Tempo

O Bahia continuou mostrando maior volume de jogo na segunda etapa e aos 3 minutos, Souza, de fora da área, mandou uma bomba para mais uma grande defesa do goleiro Dida.

Finalmente aos 7, após cobrança de escanteio de Souza, a bola sobrou para Maxi. O argentino, de maneira inteligente, ajeitou para Tiago Real que mandou um chute colocado. Um desvio da zaga azulina no meio do caminho enganou Dida e a bola foi parar nas redes. Este foi o segundo gol da partida e o primeiro gol do jogador Thiago Real com a camisa do Bahia.

O frágil Galícia continuou aceitando as investidas do tricolor, e aos 12 minutos o Bahia chegava à novamente a área galiciana, mas de frente para o gol o atacante Léo Gamalho furou.

Aos 17 minutos, o Bahia chegava ao seu terceiro gol. Após a saída ruim do goleiro Dida, a bola sobrou para Tiago Real, que driblou a defesa e finalizou no canto sem qualquer chance para o goleiro azulino.

Aos 23 minutos, o atacante tricolor Léo Gamalho foi derrubado dentro da área pelo lateral Jonathan. O árbitro Diego Pombo apitou a infração marcando o Pênalti e expulsando o jogador do Galícia. Na cobrança, o samurai tricolor bateu com tranquilidade, deslocando o goleiro Dida. Galícia 0x4 Bahia.

Já aos 28 minutos, o tricolor quase chega ao quinto gol. Kieza dominou o cruzamento com o peito e mandou de primeira por cima da meta do Galícia. O bom futebol apresentado em Pituaçu alegrava o torcedor do Bahia, que aplaudiu a jogada. Aos 34, mais Bahia. Dida fez grande defesa após investida de Tony pelo lado direito. Três minutos depois, foi à vez de Kieza finalizar para o gol, mas a bola foi facilmente defendida.

E finalmente aos 45 minutos, o jogador tricolor Bruno Paulista teve boa chance em cobrança de falta e obrigou Dida a mandar para escanteio. Na cobrança de Bruno, o zagueiro tricolor Titi cabeceou e fechou a conta em Pituaçu. Galícia 0 x 5 Bahia.

VÍDEOS:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário