Assuntos

segunda-feira, 6 de abril de 2015

JOGO 4873

PARTIDA NUM.: 4873
COMPETIÇÃO: Copa do Brasil (Primeira Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 3 X 2 Nacional (AM)
DATA: Quinta-feira, 15 abril de 2015
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Felipe Duarte Varejão (ES)
AUXILIARES: Fábio Faustino dos Santos (ES) e Carlos Eduardo do Rosário Depizzol (ES)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Yuri (Bah) e Maurício, Peter, Lídio, Charles, João Rodrigo (Nac)
RENDA: R$ 116.201,50.
PÚBLICO: 6.553 pagantes
GOLS: Zé Roberto, Tchô e Kiesa (Bah) e Leonardo e Charles (Nac)
BAHIA: Douglas Pires; Yuri (Wilson Pittoni), Thales, Titi e Bruno Paulista; Souza, Tiago Real, Tchô (Maxi Biancucchi) e Rômulo; Kieza e Zé Roberto.
TREINADOR: Sérgio Soares
NACIONAL: Rodrigo Ramos; Mauricio Leal, Kelvin e Robinho; Peter, João Rodrigo, Denis e Lidio (Robinho) e Bruno Potiguar (Railson); Fininho (Felipe); e Leonardo.
TREINADOR: Aderbal Lana

OBSERVAÇÃO: Segundo jogo do Bahia na Copa do Brasil de 2015 e com este resultado o Bahia se classificou para a disputar contra o Luverdense-MT a Segunda Fase da Copa.

O Jogo

Mesmo com um time misto em campo, o Bahia começou a partida pressionando o Nacional no campo de defesa. Com esta pressão, o Tricolor Baiano não demorou para abrir o placar. Aos nove minutos, Bruno Paulista cruzou da esquerda e Zé Roberto subiu soberano cabeceando para marcar o seu primeiro gol na temporada.

O gol fez com que o Bahia relaxasse e consequentemente diminuísse o ritmo. O Nacional aproveitou a oportunidade e marcou o seu gol de empate. Na primeira bobeira da defesa do Tricolor, Lídio encontrou Leonardo, que tocou na saída do goleiro Douglas Pires.

Este resultado parcial dava a classificação ao time amazonense, o que fez com que o Bahia voltasse a pressionar. Aos 25 minutos, Bruno Paulista encontrou Tchô livre dentro da área. O meia não teve tranqüilidade e finalizou para fora.

Não demorou muito e o segundo gol saiu de uma bela jogada. Souza cobrou a falta para dentro da área e Tahles cabeceou para o meio. De forma inoportuna, Kieza acertou um lindo voleio e marcou um gol a La Bebeto. O árbitro, porém, deu o gol para Tchô, que desviou de cabeça antes de a bola entrar.

Segundo Tempo

No retorno para o segundo tempo, o técnico Aderbal Lana fez duas modificações deixando o Nacional mais ofensivo. A tentativa deu certo e aos 12 minutos o time amazonense chegou ao gol de empate. Depois de uma bola mal afastada, Charles pegou o rebote e chutou colocado de fora da área, marcando um verdadeiro golaço.

O técnico Sérgio Soares até tentou, mas não conseguiu acertar o seu erro de levar um time misto a campo. A fragilidade do Nacional fez com que o time amazonense ficasse no campo de defesa, segurando como podia o adversário.

A única chance do Tricolor foi aos 32 minutos. Bruno Paulista arriscou um chute forte de fora da área e Rodrigo ramos fez uma defesa espetacular. Depois disso, o gol saiu aos 44 minutos. Maxi Biancucchi recebeu na cara do gol, mas tocou para Kieza guardar.

VÍDEOS:


FOTOS:


Nenhum comentário:

Postar um comentário