Assuntos

sábado, 16 de maio de 2015

JOGO 4882

PARTIDA NUM.: 4882
COMPETIÇÃO: Copa do Brasil (Segunda Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 3 X 1 Luverdense (MT)
DATA: Quarta-feira, 20 maio de 2015
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Renan Roberto de Souza (PB-CBF-1)
AUXILIARES: Kildenn Tadeu Morais de Lucena (PB-CBF-1) e Oberto da Silva Santos (PB-CBF-2)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Adriano Apodi (Bah) e Julio Terceiro (Luv)
RENDA: R$ 75.629,00
PÚBLICO: 4.708 pagantes e 4.771 público total
GOLS: Léo Gamalho, Tiago Real e Willians Santana (Bah) e Paulinho (Luv) 
BAHIA: Douglas Pires; Tony, Robson, Titi e Patric (Adriano Apodi); Wilson Pittoni, Tiago Real, Souza; Rômulo (Willians Santana), Zé Roberto (Mateus) e Léo Gamalho.
TREINADOR: Sérgio Soares
LUVERDENSE: Edson, Raul Prata (Diego Silva), Walace, Montoya e Paulinho; Júlio Terceiro (Ciro), Michel, Ricardo, Osman e Diego Rosa (Rafael Tavares); Luiz Eduardo.
TREINADOR: Júnior Rocha

OBSERVAÇÃO: Quarto jogo do Bahia na Copa do Brasil de 2015. Com este resultado o Bahia se classificou para disputar a a terceira fase da copa jogando contra o Paysandu-PA.


O jogo teve público discreto devido a forte chuva que continuava atingindo Salvador há quase um mês, além da greve dos motoristas de ônibus que estava ocorrendo, coisa que veio prejudicar sensivelmente a ida do torcedor do Bahia à Fonte Nova. Sendo assim o público foi de apenas 4.771.

O JOGO

O Bahia mostrou logo no início do jogo o motivo de ter na época 88% de aproveitamento em casa no ano 2015. No ritmo dos 4771 torcedores que cantavam nas arquibancadas da Arena Fonte Nova, o Tricolor empurrou o Luverdense para o campo de defesa e dominou as ações. Léo Gamalho desperdiçou boa chance ao invadir a área e chutar cruzado. A bola foi parar na lateral. Na segunda oportunidade, o atacante mostrou faro de artilheiro e balançou as redes. Aos 14 minutos, recebeu passe na grande área, limpou a defesa do Verdão do Norte e marcou um belo gol. O time do Mato Grosso não esboçou reação e ficou em desvantagem maior aos 26 minutos, quando Tiago Real arriscou de longe e fez outro golaço. Ainda houve tempo para Zé Roberto acertar a trave em lance de contra-ataque. Passivo, o Luverdense foi para o intervalo com apenas uma finalização na direção da meta defendida por Douglas Pires.

SEGUNDO TEMPO

Para a segunda etapa, os técnicos decidiram mudar os times. No Bahia, Patric sofreu um mal-estar no vestiário e foi substituído por Adriano. Junior Rocha decidiu adiantar o time e colocou o atacante Ciro na vaga do volante Junior Terceiro. O cenário da partida foi outro que sofreu alterações. O Tricolor continuava a atacar com muito perigo, mas o Verdão do Norte também passou a ter presença ofensiva e conseguiu diminuir a desvantagem no placar com gol olímpico de Paulinho, aos 20 minutos. Com o gol, a partida ficou equilibrada. O Bahia atacava em bloco, o Luverdense respondia nos contra-ataques, principalmente nas costas do lateral-direito Adriano, improvisado na esquerda. No embate, quem levou a melhor foi o time baiano, que marcou outro bonito gol, desta vez com Willians Santana, que recebeu passe em profundidade, driblou Edson Kölln e apenas tocou para a meta vazia. Final Bahia 3 X 1 Luverdense-MT.

VÍDEOS:

FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário