Assuntos

sábado, 6 de junho de 2015

JOGO 4886

PARTIDA NUM.: 4886
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Primeira Fase - Jogo de Ida)




JOGO: Bahia 0 X 2 Bragantino (SP)
DATA: Sábado, 06 junho de 2015
LOCAL: Bragança Paulista (SP)
ESTÁDIO: Nabi Abid Chedid
JUIZ: Bruno Rezende Silva (GO)
AUXILIARES: Evandro Gomes Ferreira (GO) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)
EXPULSÃO: Souza (Bah)
C. AMARELO: Titi e Marlon (Bah) e Brubo Costa, Alan Mineiro e Diego Maurício (Bra)
RENDA: R$ 12.810,00
PÚBLICO: 959 pagantes
GOLS: Jobinho e Alan Mineiro (Bra)
BAHIA: Douglas Pires, Adriano Apodi, Robson, Titi e Marlon; Wilson Pittoni, Souza, Tiago Real e Rômulo (Zé Roberto); Maxi Biancucchi (Willians Santana) e Léo Gamalho (João Leonardo). 
TREINADOR: Sérgio Soares
BRAGANTINO: Douglas, Luan, Leandro Silva, Fabrício e Roberto; Everton Dias, Bruno Costa e Alan Mineiro (Rodney); Chico, Diego Maurício (Isaac) e Jobinho (Gustavo Tocantins).
TREINADOR: Osmar Loss

OBSERVAÇÃO: Sexto jogo do Bahia na Campeonato Brasileiro da Série-B de 2015. Este jogo foi o jogo de estreia do jovem atacante João Leonardo na equipe profissional do Bahia.

O Jogo

Bragantino e Bahia começaram a partida dispostos a jogar abertos para conseguir a vitória. Com isso, as oportunidades para abrir o placar não demoraram para aparecer. Os baianos, com boa articulação, tinham leve superioridade na partida e eram quem mais levavam perigos nos ataques. O Bragantino, porém, foi mais efetivo na finalização. Aos 29 minutos, o atacante Jobinho invadiu a área do Tricolor em velocidade, levou a melhor sobre a marcação de Titi e, na saída do goleiro, chutou cruzado no gol. A desvantagem no placar mexeu com os visitantes, que se desorganizaram em campo e não chegavam bem ao setor ofensivo. Melhor para os anfitriões, que foram para os vestiários com a vitória parcial.

No segundo tempo, o Bahia impôs um ritmo mais forte e passou a pressionar o Bragantino. Com boa troca de passes, criava espaços na marcação do Massa Bruta. Porém, pecava na conclusão das jogadas. Aos 26 minutos, entretanto, Souza recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso. Com isso, o Tricolor passou a se lançar menos ao ataque. O time paulista, enquanto isso, apostava em jogadas de contra-ataque para ampliar. E em um ataque, os anfitriões conseguiram fazer mais um. Aos 29, Chico fez boa jogada pelo meio e serviu Alan Mineiro, que recebeu na entrada da área e bateu preciso para o gol. O Bahia ainda tentou diminuir a vantagem se lançando ao ataque. As tentativas, porém, não terminaram em gol. Fim da invencibilidade do Bahia na Série B.

VÍDEO:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário