Assuntos

sábado, 23 de janeiro de 2016

JOGO 4909

PARTIDA NUM.: 4909
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Segunda Fase - Jogo de Volta)


JOGO: Bahia 3 X 2 Bragantino (SP)
DATA: Sexta-feira, 11 de setembro de 2015
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Alisson Sidnei Furtado (TO)

AUXILIARES: Francisco Casimiro de Sousa (TO) e Natal da Silva Ramos Júnior (TO)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Douglas Pires, Jailton e Kieza (Bah) e Wigor, Renan, Luan e Diego Maurício (Bra).
RENDA: R$ 181.719,50
PÚBLICO: 8.397 pagantes
GOLS: Kieza, Maxi Biancucchi e Souza (Bah) e Gilberto e Lincom (Bra)
BAHIA: Douglas Pires, Cicinho, Robson, Jailton e Avine (Vitor); Yuri, Gustavo Blanco (Rômulo), Tiago Real e Eduardo (Souza); Maxi Biancucchi e Kieza.
TREINADOR: Sérgio Soares
BRAGANTINO: Douglas Friedrich, Alemão, Gilberto, Luan e Moisés; Jocinei, Wigor, Chico (Diego Cardoso) e Renan (Diego Maurício); Jobinho (Rodolfo) e Lincom. 
TREINADOR: Wagner Lopes

OBSERVAÇÃO: Vigésimo quinto jogo do Bahia na Campeonato Brasileiro da Série-B de 2015.

Neste jogo os laços entre o Bahia e a torcida foram refeitos temporariamente, porém os mesmo problemas com as vendas de ingresso continuaram acontecendo causando constrangimentos aos torcedores tricolores que foram assistir a partida.

O JOGO

Ter maior posse de bola não significa criar chances de gol. E o Bahia demonstrou isso na prática. Diante de um Bragantino bem postado na defesa, a equipe tricolor foi obrigada a realizar muitos passes, a maioria com pouca objetividade. Em mais de 20 minutos, foram apensa duas chances criadas pelos mandantes. A falta de ousadia no ataque baiano, contudo, não se refletiu no goleiro Douglas Pires. Em bola recuada, ele tentou driblar no campo de defesa, entregou a bola nos pés de Lincom e cometeu pênalti. Na cobrança, Lincom bateu no meio do gol, Douglas Pires fez a defesa e conseguiu se redimir do erro.

O pênalti desperdiçado encorajou o Bragantino, que passou a atacar com mais frequência. Aos 35 minutos, após cobrança de escanteio, Gilberto abriu o placar na Arena Fonte Nova. Maxi Biancucchi desperdiçou grande chance de empatar logo em seguida, ao receber a bola na pequena área e chutar por cima do gol. O comportamento do torcedor já era de preocupação quando Kieza foi agarrado por Luan na grande área e o árbitro marcou pênalti. Na cobrança, o atacante tricolor mandou no canto, sem chances de defesa para Douglas Friedrich.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, a partida ficou mais aberta. Dispostos a arriscar mais, Bahia e Bragantino partiram para o ataque. E o Tricolor foi mais eficaz. Kieza aproveitou cobrança de lateral na grande área e cruzou rasteiro para Maxi completar para o fundo das redes. Gilberto, mais uma vez de cabeça, quase empatou o jogo na sequência, mas foi impedido por uma grande defesa de Douglas Pires. Ainda houve tempo para Rômulo acertar o travessão em cobrança de falta e Rodolfo exigir novamente uma grande defesa de Douglas Pires. No fim da partida, Kieza fez jogada individual pela direita e foi derrubado na área. Novo pênalti, dessa vez convertido pelo volante Souza. Perto do fim, Lincom ainda se aproveitou da frágil marcação tricolor pelo alto, marcar de cabeça e dar números finais ao confronto.

VÍDEOS:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário