Assuntos

quinta-feira, 31 de março de 2016

JOGO 4943

PARTIDA NUM.: 4943
COMPETIÇÃO: Campeonato Baiano (Semifinais - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 2 X 1 Fluminense de Feira (BA)
DATA: Quarta-feira, 20 de abril de 2016
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
AUXILIARES: Dijalma Silva Ferreira Júnior (BA) e José Carlos Oliveira dos Santos(BA)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Éder (Bah) e Igor (Flu)
RENDA: R$ 47.018,50
PÚBLICO: 4.556 pagantes
GOLS: Thiago Ribeiro e Luisinho (Bah) e Luquinhas (Flu)
BAHIA: Marcelo Lomba; Tinga (Hayner), Robson, Éder e Moisés; Paulo Roberto (Gustavo Blanco), Danilo Pires (Feijão), Juninho, Edigar Junio e Thiago Ribeiro; Luisinho.
TREINADOR: Dorival Guidoni Júnior (Doriva)
FLUMINENSE DE FEIRA: Jair; Edson, Igor, Eduardo e Zé Aquirás; Fausto (Alessandro Azevedo), Dim, Luquinhas e Fernando (Filipe); Lucas (Deon) e Etinho.
TREINADOR: 
Arnaldo Lira

OBSERVAÇÃO: Décimo jogo do Bahia no Campeonato Baiano de 2016. Na noite do dia 20/04, o Bahia voltou a jogar mal, mas venceu na Arena Fonte Nova o Fluminense de Feira por 2 a 1 se garantindo na final do Campeonato Baiano contra o Leãozinho da Barra.

O Jogo

Precisando fazer três gols, o Fluminense, sem muito a perder, partiu para cima do Bahia no primeiro tempo. Mas a baixa qualidade técnica da equipe do interior impedia qualquer chance de marcar.

O Bahia chegou a equilibrar a partida, mas não criou chances claras de gol. Isso ficou por conta do Flu. Aos 30 minutos, Eltinho recebeu belo passe de calcanhar, invadiu a área, e poderia ter chutado de primeira, mas tentou driblar e perdeu a bola. A chance do gol perdida irritou o treinador Arnaldo Lira.

O Bahia insistia com jogadas pelas laterais e cruzamentos na área, mas ora a bola passava forte, ora a zaga do Fluminense levava a melhor. Danilo Pires e Juninho não conseguiam armar jogadas para o ataque e Thiago Ribeiro errou praticamente todos os passes que tentou.

Ao final da primeira etapa, a torcida tricolor, que já havia gritado que a Série B é obrigação, vaiou o time na Arena Fonte Nova.

Segundo Tempo

O Bahia entrou no segundo tempo mais ligado, após a bronca da torcida na saída do vestiário - e provavelmente os jogadores devem ter ouvido poucas e boas de Doriva. Aos sete minutos, Edigar Junio fez belo lance pela esquerda e cruzou para Thiago Ribeiro só teve o trabalho de colocar a bola no fundo da rede, BAHIA 1 X 0 FLUMINENSE DE FEIRA .

A torcida ainda comemorava o gol tricolor, quando dois minutos depois, Luquinhas dominou a bola no peito e chutou de primeira marcando um golaço e empatando a partida, BAHIA 1 X 1 FLUMINENSE DE FEIRA.

O técnico Doriva decidiu então segurar o jogo e colocou Feijão no lugar de Danilo Pires. E aos 22 minutos foi Feijão foi quem tocou para Thiago Ribeiro lançar Luisinho na entrada da área. O atacante tricolor chutou, na caída ampliando o marcador, BAHIA 2 X 1 FLUMINENSE DE FEIRA.

A partida então ficou aberta e o Bahia teve duas chances de fazer mais gols. Thiago Ribeiro recebeu sozinho na grande área e chutou horrível, por cima do gol. Luisinho também teve chance e, também sozinho, chutou em cima de Jair.

Aos 38 minutos, Lomba fez a defesa da partida. Dim acerta um belo chute no ângulo e o goleiro do Bahia se estica todo para fazer uma  bela defesa.

Apesar do triunfo, a torcida tricolor que estava ressentida pela desclassificação da Copa do Nordeste, após o apito do árbitro, voltou a vaiar a equipe mostrando que não estáva satisfeita com o time.

VÍDEOS:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário