Assuntos

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

JOGO 4949

PARTIDA NUM.: 4949
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Primeira Fase - Jogo de Ida)



JOGO: Bahia 0 X 0 Paraná (PR)
DATA: Sábado, 21 de maio de 2016
LOCAL: Curitiba-PR
ESTÁDIO: Durival de Brito e Silva (Vila Capanema)
JUIZ: Sávio Pereira Sampaio (DF)
AUXILIARES: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e Lehi Sousa Silva (DF)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Hayner, Juninho, Zé Roberto (BAH) e Pitty (Par)
RENDA: R$ 16.981,20
PÚBLICO: 2.716 pagantes
BAHIA: Marcelo Lomba; Rhayner, Lucas Fonseca, Jackson e Moisés (Luisinho); Feijão, Paulo Roberto (Juninho), Danilo Pires e João Paulo; Zé Roberto e Thiago Ribeiro (Henrique).
TREINADOR: Dorival Guidoni Júnior (Doriva)
PARANÁ: Marcos; Diego Tavares, Pitty, João Paulo e Fernandes; Jean (Marcelinho), Anderson Uchôa (Basso), Nadson e Válber; Robson e Lúcio Flávio (Robert).
TREINADOR: Claudinei Oliveira

OBSERVAÇÃO: Segundo jogo do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série-B de 2016. Paraná e Bahia empataram por 0 a 0 na Vila Capanema, pela segunda rodada da Série B. O duelo, que teve um primeiro tempo muito fraco tecnicamente, deu uma leve melhorada na segunda etapa, mas as traves evitaram os gols.

O JOGO

O jogo começou muito truncado, com as duas equipes povoando o meio-campo e não dando espaço. Sem alternativas de criatividade, os times tricolores tentavam apenas lançamentos diretos ou jogadas em bolas paradas.

Com 32, Nadson cobrou falta da esquerda, Marcelo Lomba saiu em falso e Lúcio Flávio se antecipou para cabecear perto da trave. Já aos 43, Robson - dentro da área - cruzou na medida para Válber que, de peixinho, fez o goleiro adversário espalmar para fora.

SEGUNDO TEMPO

A segunda etapa foi quase inteira dominada pelo Bahia. Aos 13, Thiago Ribeiro recebeu em velocidade pela direita e chutou cruzado, com Marcos tirando com os dedos. Na cobrança de escanteio, Lucas Fonseca subiu mais alto e cabeceou por cima do travessão. 

O time adversário seguiu um pouco melhor na partida no decorrer do tempo. Com 26, Luisinho achou Danilo Pires na área, que - frente a frente com Marcos - chutou na rede pelo lado de fora. No lance seguinte, Zé Roberto foi acionado pela direita e chutou para fora. 

Aos 30, o atacante cruzou na medida para Danilo Pires, de cabeça, obrigar o arqueiro paranista a fazer grande defesa. Na cobrança de escanteio curto, Luisinho desviou de cabeça no travessão. Com 34, Juninho cobrou falta e novamente acertou a trave.

Acuado, o Tricolor apenas tentava se defender e evitar a derrota. Aos 37, Zé Roberto deixou Pitty no chão, chutou colocado e Marcos salvou mais uma vez. As únicas chegadas do time da casa foram com Nadson no final. Jogador, com 42, recebeu pela esquerda, cortou para o lado e chutou colocado para Marcelo Lomba espalmar. Em jogada parecida, no minuto seguinte, o meio-campista bateu no cantinho e acertou a trave.

VÍDEO:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário