Assuntos

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

JOGO 4956

PARTIDA NUM.: 4956
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Primeira Fase - Jogo de Ida)






JOGO: Bahia 2 X 3 Criciúma (SC)
DATA: Terça-feira, 14 de junho de 2016
LOCAL: Criciúma-SC
ESTÁDIO: Heriberto Hülse (Majestoso)
JUIZ: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ)
AUXILIARES: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Mauricio Coelho Silva Penna (RS)
EXPULSÃO: Gustavo (Cri)
C. AMARELO:  Renato Cajá, Feijão, Luisinho e Moisés (Bah) e Raphael Silva, Douglas Moreira, Hélio Paraíba (Cri)
RENDA: não divulgada
PÚBLICO: 3.642 pagantes
GOLS: Hernane e Moisés (Bah) e Gustavo (2) e Hélio Paraíba (Cri)
BAHIA: Marcelo Lomba; Tinga, Jackson, Lucas Fonseca e Moisés; Feijão, Danilo Pires (Zé Roberto), Juninho e Renato Cajá (Régis); Thiago Ribeiro (Luisinho) e Hernane.
TREINADOR: Dorival Guidoni Júnior (Doriva)
CRICIÚMA: Luiz; Ezequiel, Raphael Silva, Nathan e Marlon; Barreto (Barreto), Dodi e Elvis (João Afonso); Niltinho, Gustavo e Roberto (Hélio Paraíba).
TREINADOR: Roberto Cavalo

OBSERVAÇÃO: Nono jogo do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série-B de 2016. O Criciúma jogando diante da sua torcida, bateu o Bahia de virada por 3 a 2. Os gols do time carvoeiro foram anotados pelo artilheiro Gustavo, duas vezes, e Hélio Paraíba e o dos tricolor baiano por Hernane e Moisés.

O JOGO


O time catarinense iniciou a partida tentando envolver o Bahia e aos 3 minutos, Elvis cobrou escanteio na primeira trave, Lucas Fonseca desviou de cabeça e mandou a bola no poste, quase marcando gol contra. Nos minutos seguintes, o jogo seguiu movimentado no setor de meio-campo e sem chances claras de gol.


Aos 32, o Bahia chegou pela primeira vez com perigo ao ataque. Tinga cruzou da direita e Hernane, na cara do gol, cabeceou fraco em cima de Luiz. Dez minutos depois, o Brocador teve uma nova oportunidade e não desperdiçou. Danilo Pires recebeu sozinho na ponta direita e cruzou rasteiro para Hernane chutar para a rede e abrir o placar. No último minuto do primeiro tempo, Elvis cruzou na segunda trave e Gustavo, embaixo da trave, cabeceou para fora.


SEGUNDO TEMPO


Logo aos 2 minutos da etapa final o Bahia chegou próximo de ampliar o marcador. Tinga passou por Raphael Silva, invadiu a área e deu dois dribles em Dodi antes de chutar a bola por cima do travessão. Aos 14, Hélio Paraíba, que havia acabado de entrar na partida, recebeu na direita e tocou para o artilheiro Gustavo chutar de primeira no ângulo. No minuto seguinte, a torcida do Tigre ainda comemorava o gol quando Moisés arriscou o chute da ponta direita e Luiz tomou um frango.


Aos 25, após cruzamento na área, Luisinho cabeceou a bola e acertou o travessão. Quatro minutos depois, Ezequiel recebeu de Gustavo e ficou de frente com o goleiro, mas o chute forte do lateral passou longe da trave. Aos 30, depois de cobrança de escanteio de Juninho, Gustavo cabeceou certeiro e igualou o placar. Um minuto depois, Marlon cruzou na área, a bola desviou no braço do defensor, e o árbitro anotou pênalti. Elvis foi para a cobrança e desperdiçou a oportunidade, facilitando a defesa do goleiro.


Quando a torcida cartarinenese começava a deixar o estádio, Raphael Silva levantou a bola na segunda trave e Hélio Paraíba cabeceou para o fundo das redes para decretar a vitória do Tigre. Nos minutos finais, Gustavo foi tentar roubar a bola do goleiro Marcelo Lomba e deu uma entrada violenta por trás, sendo expulso da partida. Após o apito final, a torcida carvoeira fez a festa no Majestoso e comemorou a vitória aplaudindo muito a equipe.


VÍDEO:



FOTOS:


Nenhum comentário:

Postar um comentário