Assuntos

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

JOGO 4970

PARTIDA NUM.: 4970
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Segunda Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 1 X 0 Vasco (RJ)
DATA: Sábado, 03 de setembro de 2016
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
AUXILIARES: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e Helcio Araujo Neves (PA)
EXPULSÃO:
C. AMARELO: Renato Cajá (Bah) e Rafael Marques, Rodrigo e Andrezinho (Vas)
RENDA: 
R$ 1.145.272,50
PÚBLICO: 28.208 pagantes (35.760 torcedores)
GOL: 
Jackson (Bah)
BAHIA: Muriel; Tinga, Tiago, Jackson e Moisés; Juninho, Luiz Antônio e Renato Cajá (Régis); Victor Rangel (João Paulo), Edigar Junio e Hernane (Zé Roberto).
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
VASCO: 
Jordi; Yago Pikachu, Rafael Marques, Rodrigo e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Júnior Dutra), Douglas, Nenê e Andrezinho; Jorge Henrique (Éder Luís) e Ederson (Thalles).
TREINADOR: 
Jorge de Amorim Campos (Jorginho)

OBSERVAÇÃO: Vigésimo terceiro jogo do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série-B de 2016. O Bahia após esta partida aproximou-se de vez à briga pelo acesso no Campeonato Brasileiro da Série B. O time baiano confirmou a grande fase e batendo neste jogo o líder Vasco, por 1 a 0,pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A Arena Fonte Nova, em Salvador, recebeu o segundo maior público da competição. Foram 35.760 torcedores, sendo 28.208 pagantes,  recorde que até então permaneceu com o duelo entre Ceará e Vasco realizado na Arena Castelão, que na oportunidade recebeu 55.445 pagantes. Em compensação, foi o até aquela data o melhor público do Esquadrão de Aço na Série B. Antes, o time havia levado 20.925 pagantes no jogo contra o Paraná.

Esta foi também a quinta partida de invencibilidade do Bahia, que somou assim até aquela data três vitórias e dois empates. De quebra, encostou de vez nos primeiros colocados, já que somou 35 pontos. Os vascaínos, por outro lado, chegam ao sexto jogo sem vitórias, com três empates e três derrotas, mas mesmo assim seguiram na ponta da competição com 41 pontos.

O JOGO

Quem esperava uma grande partida entre os times com melhores elencos da competição, acabou se decepciondo com o início do jogo. O Vasco entrou em campo com uma postura muito passiva e pouco se arriscou. O Bahia, por sua vez, tentou tomar mais iniciativa, mas encontrou muitas dificuldades para concluir a gol.

O jogo continuou muito amarrado pelos minutos seguintes e os goleiros Muriel e Jordi praticamente assistiram ao desenrolar da partida. Sem criatividade, o Tricolor conseguiu chegar ao gol em um lance de bola parada. O meia Renato Cajá cobrou escanteio da direita e o zagueiro Jackson desviou de cabeça para marcar.

O time carioca não conseguiu se encontrar em campo no primeiro tempo. Mesmo depois do gol, pouco fez para tentar chegar ao empate. A melhor chance vascaína saiu em uma falha do goleiro Muriel. Ele saiu estranho do gol e a bola sobrou para o lateral Yago Pikachu, que não conseguiu completar.

SEGUNDO TEMPO

Na segunda etapa, o Vasco voltou com uma postura completamente diferente, apesar de não ter realizado substituições. Tanto que logo aos dois minutos chegou com perigo. O atacante Ederson ajeitou de cabeça para Jorge Henrique, que emendou uma bomba para grande defesa de Muriel.

Os primeiros minutos foram de domínio total do time cruz-maltino. Tanto que o técnico Guto Ferreira tratou de tentar mexer em seu meio-campo, que perdeu o controle do jogo. Ele sacou o meia Renato Cajá e colocou Régis. Embora o adversário tenha crescido, ao menos a defesa tricolor conseguiu evitar.

Com mais posse de bola, o Gigante da Colina chegou ao ataque com mais frequência, mas não teve intensidade para chegar ao empate. A única chance clara criada pelos visitantes aconteceu aos 36 minutos, quando o volante Douglas Luiz cabeceou e Muriel salvou em cima da linha.

VÍDEOS:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário