Assuntos

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

JOGO 4972

PARTIDA NUM.: 4972
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Segunda Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 1 X 2 Paysandu (PA)
DATA: Terça-Feira, 13 de setembro de 2016
LOCAL: Belém-PA
ESTÁDIO: Estadual Jornalista Edgar Augusto Proença (Mangueirão)
JUIZ: Héber Roberto Lopes (SC)
AUXILIARES: Nadine Schramm Câmara Bastos (SC) e Carlos Berkenbrock (SC)
EXPULSÃO:
C. AMARELO: Renato Cajá e Eduardo (Bah) e Augusto Recife, Maílson e Lucas, Roniery (Pay)
RENDA: 
R$ 84.045,00
PÚBLICO: 7.198 pagantes
GOLS: Hernane (Bah) e Leandro Cearense e Tiago Luis (Pay)
BAHIA: Muriel; Eduardo, Tiago, Jackson e João Paulo Gomes (Tinga); Juninho, Luiz Antônio (Régis) e Renato Cajá;Allano (Victor Rangel), Edigar Junio e Hernane.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
PAYSANDU: Emerson; Roniery, Fernando Lombardi, Gilvan e João Lucas; Ilaílson (Ricardo Capanema), Augusto Recife, Lucas e Tiago Luis (Celsinho); Maílson (Jhonnatan) e Leandro Cearense.
TREINADOR: Dado Cavalcanti

OBSERVAÇÃO: Vigésimo quinto jogo do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série-B de 2016. O Paysandu fez valer a força do Mangueirão na noite e acabou com a invencibilidade do Bahia no segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série B ao ganhar por 2 a 1, nesta partida válida pela 25ª rodada do campeonato.

Com essa derrota o Bahia perdeu a chance de entrar no G4 e viu a sua invencibilidade de seis jogos ir por água abaixo, estacionando assim nos 36 pontos.

O JOGO

Os dois times começaram a partida cautelosos e se estudando. Mas, na primeira oportunidade, o Paysandu já abriu o placar, isto aos 16 minutos. Tiago Luís cobrou escanteio na marca do pênalti e Leandro Cearense subiu muito, cabeceando com estilo no cantinho de Muriel que se esticou todo, mas não pode fazer nada. O Tricolor baiano então respondeu com um chute de muito longe do lateral Eduardo.

Aos 29, Juninho soltou a bomba em cobrança de falta, a bola desviou na barreira e saiu próximo ao gol defendido por Emerson. Com Renato Cajá apagado, o Bahia encontrava dificuldades para criar as jogadas ofensivas e também errava muitos passes no meio-campo. O Papão se defendia e procurava explorar o contra ataque.

Na melhor oportunidade do Bahia, Renato Cajá invadiu a área depois de uma furada bisonha de Fernando Lombardi e soltou a bomba, por cima do travessão de Emerson. Aos 46, o camisa 10 tricolor cobrou escanteio e Edigar Júnio, livre de marcação, cabeceou para fora, desperdiçando uma chance incrível.

SEGUNDO TEMPO

Logo aos sete minutos da segunda etapa, Tiago Luís ficou com a sobra após cobrança de escanteio e acertou uma bomba de fora da área, pegando Muriel de surpresa. O goleiro do Bahia ainda chegou a tocar na bola, mas não conseguiu evitar o segundo gol do Paysandu. Na sequência, Lucas arriscou de longe e quase que o camisa 1 tricolor engole outro frango.

O Bahia bem que tentou buscar o empate nos minutos finais, mas sem sucesso. Aos 13, Edigar Júnio cabeceou após cruzamento e Emerson fez boa defesa. A zaga paraense afastou o perigo no rebote. O jogo era bastante aberto e Leandro Cearense assustou em chute colocado de fora da área. O empate do Bahia veio aos 28 minutos. Fernando Lombardi e Hernane se chocaram dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido pelo Brocador.

O gol animou o Bahia, mas o Paysandu desperdiçou uma chance incrível de matar o jogo aos 36. Leandro Cearense recebeu nas costas da defesa e, dentro da área, soltou a bomba em cima de Muriel. No finalzinho, os jogadores tricolores pediram um pênalti em cima de Victor Rangel que o juiz não deu.

VÍDEO:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário