Assuntos

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

JOGO 4973

PARTIDA NUM.: 4973
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Segunda Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 4 X 2 Goiás (GO)
DATA: Sábado, 17 de setembro de 2016
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Luis Teixeira Rocha (RS)
AUXILIARES: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Maurício Coelho Silva Penna (RS)
EXPULSÃO:
C. AMARELO: Eduardo (Bah)
RENDA: 
R$ 373.466,50
PÚBLICO: 20.125 pagantes
GOLS: 
Juninho, Renato Cajá, Hernane e Edigar Junio (Bah) e Márcio e Léo Gamalho (Goi)
BAHIA: Muriel; Eduardo, Jackson, Tiago e Moisés; Luiz Antônio, Juninho (Feijão) e Renato Cajá; Allano (Victor Rangel), Edigar Júnior (Misael) e Hernane.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
GOIÁS: Márcio; Sueliton, Felipe Macedo, Alex Alves e Felipe Saturnino; Adriano, Patrick, Léo Sena (Murilo Henrique) e Carlos Eduardo (Daniel Carvalho); Marcão (Léo Gamalho) e Rossi.
TREINADOR: 
Gilson Kleina

OBSERVAÇÃO: Vigésimo sexto jogo do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série-B de 2016. Após esta partida o Bahia finalmente conseguiu entrar no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. O time baiano derrotou o Goiás, por 4 a 2, na Arena Fonte Nova, pela 26ª rodada da segunda divisão, e assumiu o quarto lugar da competição, coisa que não acontecia desde a nona rodada. Neste período o tricolor baiano chegou até a ocupar a 11.ª posição no campeonato.

A vitória do Bahia embolou ainda mais a classificação da Série B. Isto porque a equipe chegou aos 39 pontos e se igualou a outras quatro times (CRB, Londrina, Ceará e Avaí), todos com 39 pontos. Os comandados do técnico Guto Ferreira levaram vantagem no saldo de gols sobre o CRB (13 a 3).

O JOGO

O Bahia começou literalmente surpreendendo o Goiás, logo aos dois minutos, quando Juninho cobrou escanteio fechado e venceu o goleiro Márcio, abrindo o placar no início da partida. Apesar da vantagem relâmpago, o Bahia seguiu pressionando e Juninho acabou carimbando o travessão pouco depois.

O Goiás demorou para se encontrar, mas foi buscar o empate ainda no primeiro tempo. Numa das primeiras investidas ao ataque do time goiano, a arbitragem assinalou pênalti em cima de Patrick, isto os 22 minutos, quando então o goleiro Márcio foi para bola e não deu chances para Muriel. A partir daí os tricolores sentiram bastante o gol goiano e pararam de jogar. O Bahia errou passes em demasia e foi para o intervalo bastante vaiado pela torcida.

SEGUNDO TEMPO

O Tricolor voltou com a mesma postura do segundo tempo e teve a chance de voltar a ficar na frente, mas Hernane parou no goleiro Márcio em cobrança de pênalti.

Quando a torcida começava a se irritar novamente, Renato Cajá conseguiu marcar. O camisa 10 fez bela jogada individual e finalizou firme, de perna esquerda, para marcar.

No embalo, Hernane se redimiu da penalidade perdida aos 22 minutos. Após cruzamento da direita, Victor Rangel não consegue o domínio e o centroavante fuzila para o fundo das redes.

O Bahia ainda marcou outra vez com Edigar Júnio, que só teve trabalho para empurrar para o fundo das redes depois de cobrança de escanteio. Valente, o Goiás diminuiu em cabeçada de Léo Gamalho aos 36 minutos.

VÍDEOS:

FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário