Assuntos

quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

JOGO 4976

PARTIDA NUM.: 4976
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Segunda Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 0 X 1 Londrina (PR)
DATA: Terça-feira, 04 de outubro de 2016
LOCAL: Londrina-PR
ESTÁDIO: Municipal Jacy Scaff, (Estádio do Café)
JUIZ: Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)
AUXILIARES: Rogério de Oliveira Braga (PI) e Francisco Nurisman Machado Gaspar (PI)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Moisés, Misael e Régis (Bah) e Fillipe Soutto (Lon)
RENDA: 
R$132.407,00
PÚBLICO: 6.368 pagantes
GOL: Anderson (Lon)
BAHIA: Muriel; Eduardo, Tiago, Jackson e Moisés; Luiz Antônio, Juninho (Renê Junior) e Renato Cajá; Edigar Junio (Régis), Hernane e Misael (Victor Rangel).
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
LONDRINA: Marcelo Rangel; Lucas Ramon, Everton Sena, Marcondes e Léo Pelé; Germano, Anderson (Rafael Gava), Fillipe Soutto e Zé Rafael (Rondinelly); Keirrison (Alisson Safira) e Jô.
TREINADOR: 
Cláudio Tencatti


OBSERVAÇÃO: Vigésimo nono jogo do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série-B de 2016. Em 'duelo de seis pontos', o Londrina se confirmou por mais uma rodada dentro do G4 do Campeonato Brasileiro da Série B ao derrotar o Bahia pelo placar de 1 a 0, em partida realizada pela 29ª rodada. O único gol do jogo foi marcado por Anderson, logo aos sete minutos.

Com este  resultado, o Londrina, foi para os 48 pontos contra os 43 do Bahia, que acabou vendo seus concorrentes diretos abrirem vantagem na tabela de classificação.

O JOGO

De olho no G4, o Londrina aproveitou o ímpeto de seus torcedores para pressionar o Bahia logo nos minutos iniciais. Aos sete minutos, após cobrança de falta de Zé Rafael, Anderson deu um leve desvio para abrir o marcador no Estádio do Café. O Tricolor Baiano tentou responder na sequência com Hernane, quando o Brocador recebeu de Renato Cajá, mas chutou no meio do gol, facilitando a defesa de Marcelo Rangel.

A situação do Bahia seria muito pior se Muriel não tivesse espalmado o bonito chute de Zé Rafael, que exigiu boa defesa do goleiro após pegar a sobra do lateral cobrado por Léo Pelé. A bola chegou a pegar no travessão. Jô, em falha de Juninho, também teve a chance marcar. O atacante parou no arqueiro adversário, que voltou a salvar o time visitante.

Apesar de ter a posse de bola, o Tricolor não criou. O Bahia supostamente tinha um, se não o melhor elenco da Série B, mas não conseguia ter uma sequência. Os erros bobos ficaram evidentes no primeiro tempo contra o Londrina, que começa a ser um forte concorrente por um lugar dentro do G4.

SEGUNDO TEMPO

O Bahia voltou acanhado para o segundo tempo, o que levou Guto Ferreira tirar Juninho para colocar Renê Junior com quatro minutos de bola rolando. Um pouco antes, o time baiano por muito pouco não sofreu o segundo gol. Zé Rafael recebeu belo cruzamento de Anderson dentro da área e mandou, de primeira, para fora.

A partir daí a partida caiu muito de produção. O Londrina recuou sua marcação, truncou o meio de campo e impediu que o Bahia chegasse com perigo. Guto Ferreira tentou colocar o time para frente com Régis, ex-Palmeiras, e Victor Rangel, ex-América-MG, mas as substituições não surtiram efeito e a equipe continuou sendo facilmente dominada.

VÍDEO:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário