Assuntos

sábado, 28 de janeiro de 2017

JOGO 4982

PARTIDA NUM.: 4982
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Segunda Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 1 X 0 Sampaio Corrêa (MA)
DATA: Terça-feira, 08 de novembro de 2016
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Raphael Claus (SP)
AUXILIARES: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Rogerio Pablos Zanardo (SP)
EXPULSÃO: Allano (Bah) e Coppetti (SaP)
C. AMARELO: Jackson e Allano (Bah)
RENDA: 774.833,00
PÚBLICO: 35.658 pagantes
GOL: Hernane (Bah)
BAHIA: Muriel, Eduardo, Jackson, Tiago e João Paulo; Juninho (Luiz Antônio), Renê Júnior e Renato Cajá (Allano); Victor Rangel (Misael), Edigar Junio e Hernane.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo Ramos; Mimica (Heverton), Luíz Otávio e Wagner Fogolari; Eder Sciola, Diego Lorenzi (Coppetti), Guilherme Lucena, Gustavo Marmentini e Esquerdinha; Edgar (Henrique) e Thiago Santos.
TREINADOR: 
Flávio Araújo


OBSERVAÇÃO: Trigésimo quinto jogo do Bahia no Campeonato Brasileiro da Série-B de 2016. Não foi tranquilo como os mais de 35 mil torcedores presentes na Arena Fonte Nova esperavam, mas mesmo assim o Bahia deu um importante passo rumo à elite do Campeonato Brasileiro ao vencer o Sampaio Corrêa, por 1 a 0, pela 35ª rodada da Série B. O único gol da partida foi marcado por Hernane Brocador aos 46 minutos do segundo tempo.

O tropeço estava tirando o Bahia do G4, mas o gol marcado pelo camisa 9 colocou o time baiano na vice-liderança, com os mesmos 59 pontos que Vasco da Gama e Avaí, mas na frente por causa do saldo de gols.

O JOGO

Empurrado pela torcida, o Bahia começou com tudo e quase abriu o placar logo aos três minutos. Eduardo cruzou e Victor Rangel subiu livre de marcação, mas cabeceou para fora. A resposta do Sampaio Corrêa veio aos 14 em finalização de longe de Guilherme Lucena. A bola passou raspando a trave de Muriel, que apenas acompanhou. Na sequência, a torcida tricolor pediu pênalti em Victor Rangel.

Apesar de ter muito mais posse de bola, o Bahia encontrava muitas dificuldades para escapar da marcação do Sampaio e chegava com perigo apenas em lances de bola parada. Aos 29, Hernane Brocador quase abriu o placar sem querer. Na tentativa de aliviar o perigo, Rodrigo Ramos chutou em cima do atacante e a bola por muito pouco não entrou.

O Bahia encontrava muitas dificuldades para furar a defesa do Sampaio e a torcida fazia sua parte nas arquibancadas, empurrando o time. Nos acréscimos, Juninho soltou a bomba de longa distância e Rodrigo Ramos espalmou. Na cobrança de escanteio, Tiago cabeceou por cima do gol. O último lance de perigo foi uma finalização rasteira de Victor Rangel.

SEGUNDO TEMPO

O Sampaio Corrêa assustou os torcedores presentes na Arena Fonte Nova aos quatro minutos do segundo tempo. Diego Lorenzi fez boa jogada individual e cruzou rasteiro, mas Thiago Santos chegou um pouco atrasado e não conseguiu completar para o gol. O Bahia seguia encontrando muitas dificuldades para entrar na área do time maranhense.

Os tricolores reclamaram de outro pênalti não marcado pelo árbitro, dessa vez em Allano. A torcida presente na Arena Fonte Nova já começava a perder a paciência com o time, que abusava dos passes errados. Aos 25 minutos, Tiago tocou de cabeça para Hernane, que, na cara do goleiro, furou e desperdiçou uma chance incrível.

Edigar Júnio cruzou e Hernane perdeu mais uma oportunidade ao cabecear por cima do travessão. Depois foi a vez do Sampaio Corrêa assustar. Thiago Santos recebeu na marca do pênalti e chutou para fora. Aos 46, Hernane recebeu passe de Tiago e tocou com categoria na saída de Rodrigo Santos, fazendo a festa dos mais de 35 mil torcedores presentes na Arena Fonte Nova.

Ao final do jogo houve muita reclamação do Sampaio em cima da arbitragem e alguns jogadores do Bahia foram interferir. Houve empurra empurra e dois jogadores foram expulsos: Allano pelo Bahia e Coppetti pelo Sampaio.

VÍDEOS:

FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário