Assuntos

quinta-feira, 6 de abril de 2017

JOGO 5007

PARTIDA NUM.: 5007
COMPETIÇÃO: Campeonato Baiano (Primeira Fase)



JOGO: Bahia 1 X 2 Vitória (BA)
DATA: Domingo, 09 de abril de 2017
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO:  Arena Fonte Nova
JUIZ: Jailson Macêdo Freitas (BA)
AUXILIARES: Carlos Eduardo Bregalda Gussen (BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
EXPULSÃO: Tiago (Bah)
C. AMARELO: Régis e Lucas Fonseca (Bah) e André Lima, Bruno Ramires, David e Kanu (Vit)
RENDA: R$ 1.120.952,50.
PÚBLICO: 32.762 pagantes
GOLS: Alan Costa (contra) (Bah) e Cleiton Xavier e Kanu (Vit)
BAHIA: Anderson, Eduardo, Tiago, Eder, Armeiro, Renê Junior, Juninho, Régis (Zé Rafael), Allione (Lucas Fonseca), Edigar Junio, Hernane.
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
VITÓRIA: Fernando Miguel, Patric, Kanu, Alan e Geferson; Farias, Zé Welison (Bruno Ramires), Cleiton Xavier (Paulinho) e Gabriel Xavier; David e André Lima.
TREINADOR: Argel Fucks

OBSERVAÇÃO: Décimo jogo do Bahia no Campeonato Baiano de 2017. O primeiro clássico do BA X VI do ano, este valendo pelo Campeonato baiano de 2017, começou com desfalques. Pelo lado do Leãozinho da Barra, o atacante Kieza sentiu um desconforto na coxa, durante o aquecimento para o jogo, e foi substituído por André Lima. Já pelo Esquadrão de Aço, o volante Edson, que recebeu uma pancada no treino de sexta-feira, também ficou de fora da partida.

O JOGO

Como esperado, a partida começou pegada, sem espaço para nenhuma das duas equipes, o que prejudicava a técnica e a fluidez do jogo. O Tricolor baiano avançou a marcação, dificultando a saída de bola por parte do Rubro-Negro, que buscava tocar, para reduzir o entusiasmo da torcida do Bahia, mas tinha muitas dificuldades nas laterais.

Aos poucos o Bahia foi ocupando mais espaços e se aproximando da meta defendida por Fernando Miguel, mas até os 25 minutos era uma partida mais nervosa do que técnica, com ligeira vantagem tática tricolor.

A primeira grande chance, no entanto, foi do Vitória, aos 26 minutos, após longa troca de passes. Geferson foi até quase a linha de fundo, pela esquerda e cruzou para a chegada de André Lima, que experimentou de primeira. A bola passou zunindo, muito perto.

Aos 37 minutos foi à vez do Bahia. Em cobrança de falta, Régis rolou para Juninho chutar rasteiro, de fora da área. Fernando Miguel se esticou e fez a defesa.

Aos 41, Zé Welison se machucou, sendo substituído por Bruno Ramires, jogador da base. E aos 43 minutos, Cleiton Xavier fez a torcida Rubro-Negro explodir na Arena Fonte Nova, após cruzamento de Gabriel Xavier. A bola foi afastada pela defesa tricolor e Cleiton Xavier fez BAHIA 0 X 1 VITÓRIA.

Porém não parou por ai, já que aos 48 minutos Patrick cobrou escanteio pelo lado direito, a bola cruzou toda a pequena área e o zagueiro Kanu subiu mais do que a zaga tricolor para ampliar. BAHIA 0 X 2 VITÓRIA, dando assim números finais no primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

O Vitória começou no ataque, chegou duas vezes, mas o Bahia em rápido contra-ataque também levou perigo. E logo aos 2 minutos Tiago acertou o rosto do atacante André Lima e foi expulso. Guto Ferreira tirou Allione e colocou Lucas Fonseca, para recompor a defesa.

Com um a mais, o Vitória apertou ainda mais, e aos 6 minutos poderia ter ampliado. David acabou saindo com a bola, pela esquerda, quando 3 jogadores do Rubro-Negro esperavam, livres, na entrada da pequena área.

A melhor aposta do Bahia eram as cobranças de falta, feitas por Juninho. Mas aos 13 minutos Eduardo cruzou rasteiro pelo lado direito e Alan Costa, sozinho, fez contra, BAHIA 1 X 2 VITÓRIA.

Embora com um a menos, o Bahia não se encolhia, arriscava-se com cinco jogadores no ataque, abrindo espaços que o Vitória não conseguia aproveitar.

Aos 33 minutos, depois de indecisão na defesa do Bahia, Paulinho ficou sozinho, na marca do pênalti, mas esperou a chegada de Anderson, que conseguiu salvar o que seria o terceiro gol Rubro-Negro.

Aos 40 do segundo tempo, nada estava definido. Poderia sair o gol de empate ou um terceiro do Leãozinho da Barra, mas infelizmente deu mais uma vez o Time do Lixão. A sina do Amebão. Deus nos ajude.

VÍDEOS:



FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário