Assuntos

terça-feira, 2 de maio de 2017

JOGO 5011

PARTIDA NUM.: 5011
COMPETIÇÃO: Copa do Nordeste (Semfinais - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 2 X 0 Vitória (BA)
DATA: Domingo, 30 de abril de 2017
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE)
AUXILIARES: Marcione Mardonio da Silva Ribeiro (CE) e Arnaldo Rodrigues de Souza (CE)
EXPULSÃO: Régis (Bahia) e Patric (Vitória)
C. AMARELO: Edson, Feijão, Régis e Armero (Bah) e Patric, Kanu, Gabriel Xavier e Fernando Miguel (Vit)
RENDA: R$ 922.231,00
PÚBLICO: 34.599 pagantes
GOLS: Allione e Régis (Bah)
BAHIA: Jean; Eduardo, Lucas Fonseca (Jackson), Tiago e Armero; Edson, Renê Júnior, Régis, Allione e Zé Rafael (Juninho); Edigar Junio (Matheus Peixoto).
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
VITÓRIA: Fernando Miguel; Patric, Kanu, Fred (Alan Costa) e Geferson (Gabriel Xavier); Willian Farias, Bruno Ramires, Euller e Cleiton Xavier (Paulinho); David e Kieza.
TREINADOR: Argel Fucks

OBSERVAÇÃO: Décimo jogo do Bahia na Copa do Nordeste de 2017. Como determinado pelo Ministério Público na presença única de sua torcida o Tricolor de Aço se garantiu como o primeiro finalista da Copa do Nordeste de 2017 ao vencer na Arena Fonte Nova por 2 X 0 o Leãozinho da Barra, devolvendo assim a derrota do jogo de ida disputado  no Estádio do Barradão e vencido pelo Vitória por 2 X 1. Vale lembra que, com este resultado e após treze participações, esta é a sexta vez que o Bahia chega a final de uma Copa Nordeste.

Agora o adversário do Bahia nas finais da Copa Nordeste sairá do Clássico das Multidões entre Santa Cruz e Sport. O técnico Guto Ferreira já avisou que nada foi ganho. "Superamos um obstáculo, mas ainda falta muito para sermos campeões" - disse o técnico.

O JOGO

Precisando da vitória e empurrado pela sua torcida, o Esquadrão de Aço partiu para cima do rival desde o início da primeira etapa, adversário este que se mostrava mais preocupado em se defender.

O Bahia criou duas boas chances antes de abrir o placar aos 37 minutos, quando num contra-ataque tricolor o  meia Régis fez um passe para o atacante argentino Allione e este ajeitou a bola e bateu no ângulo esquerdo do goleiro Fernando Miguel que nada pode fazer, BAHIA 1 X 0 VITÓRIA. E assim terminou o primeiro tempo

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo a expectativa dos rubro-negros que acompanhava o jogo pelas TV era de uma reação do Leãozinho da Barra, mas o Bahia voltou no ataque buscando o seu segundo gol.

Assim sendo criou a sua primeira chance com o lateral Eduardo aos seis minutos, e outra com o atacante Allione aos nove, mas na terceira chance não desperdiçou e aos 14 minutos o meia Régis dividiu com a defesa rubro-negra e pegou a sobra para empurrar a bola para as redes, fazendo assim BAHIA 2 X 0 VITÓRIA.

Porém no entusiasmo de comemorar, o Régis foi abraçar os torcedores e recebeu infelizmente o segundo cartão amarelo, sendo assim expulso da partida e agora desfalcará o Bahia na primeira partida da final do NORDESTÃO.

Entretanto, aos 18 minutos, o rubro-negro Patric cometeu falta no atacante Edigar Junio, e como último marcador recebeu erroneamente do juiz da partida o cartão amarelo, o que imediatamente gerou protestos dos tricolores que queriam o cartão vermelho. Foi quando o lateral Armero usando de sua grande experiência internacional se aproximou e provocou o jogador rubro-negro que caiu na pilha na frente do juiz e foi expulso, deixando o Leãozinho da Barra também com 10 jogadores.

O jogo prosseguiu com mais alguns lances de perigo de ambos os lados, mas o Vitória não conseguiu reagir fazendo o golzinho que precisava para levá-lo à uma disputa de pênaltis, e assim acabou sendo eliminado da Copa do Nordeste.

No final da partida houve uma discussão na entrada do túnel de saída do campo gerando uma grande briga generalizada entre os jogadores dos dois times. Com isso a rivalidade deve esquentar nos próximos dois confrontos pelas finais do Baianão.

VÍDEOS:




FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário