Assuntos

quarta-feira, 31 de maio de 2017

JOGO 5019

PARTIDA NUM.: 5019
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro (Jogo de Ida)



JOGO: Bahia 3 X 0 Atlético (GO)
DATA: Segunda-feira, 05 de junho de 2017
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Rodrigo Batista Raposo (DF)
AUXILIARES: 
Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Bruno Pacheco e Marcão Silva (Atl)
RENDA: R$ 228.613,00
PÚBLICO: 13.364 pagantes (13.595 total)
GOLS: Renê Junior, Vinícius e Gustavo Ferrareis (Bah)
BAHIA: 
Jean; Eduardo, Tiago, Lucas Fonseca e Matheus Reis; Renê Júnior, Edson (Juninho), Vinícius (Gustavo Ferrareis), Allione e Zé Rafael; Edigar Junio (Gustavo)
TREINADOR: Jorge de Amorim Campos (Jorginho)
ATLÉTICO: Felipe Garcia; Eduardo (Luiz Fernando), Ricardo Silva, Roger Carvalho e Bruno Pacheco; Marcão Silva, Igor, Everaldo (Walterson), Jorginho e Andrigo (Júnior Viçosa); Walter
TREINADOR: Marcelo Cabo

OBSERVAÇÃO: Quarto jogo do Bahia no Campeonato Brasileiro de 2017. Com estreias do técnico novo e dos meias Vinícius e Gustavo Ferrareis, o Tricolor Baiano teve uma noite iluminada em campo obtendo uma fácil vitória por 3 X 0 sobre o Atlético-GO, pela da 4ª rodada do Campeonato Brasileiro de 2017. Na beira do gramado, o novo técnico tricolor Jorginho mostrou que tem potencial.

Os gols da partida foram marcados pelo volante Renê Júnior e pelos meias estreantes Vinícius e Gustavo Ferrareis. Com esta vitória sobre o Atlético-GO, o Bahia chegou aos seis pontos e subiu para o nona colocação no campeonato e apenas três pontos atrás do Coritiba, primeiro time do G4.

O JOGO

O primeiro tempo foi totalmente tricolor. Melhor em campo e com um time tecnicamente superior ao Atlético-GO, o Bahia teve mais posse de bola e, com tranquilidade, encontrou o caminho para fazer 2 a 0. O Dragão tentou se defender como pôde e só chegou uma vez com perigo, em chute defendido por Jean, no último lance da etapa inicial.

Antes dos dez minutos o Bahia já tinha criado duas grandes chances com Zé Rafael e Vinícius, mas ambos chutaram para fora. Aos 15, Renê Júnior acertou o alvo e abriu o placar. Dentro da área, o volante recebeu passe de Allione, passou pela marcação e tocou na saída de Felipe Garcia, que quase defendeu, BAHIA 1 X 0 ATLÉTICO-GO.

Mesmo com a vantagem, o Bahia não recuou. Sempre presente no campo de ataque, o Tricolor foi martelando, tocando a bola de um lado para o outro e procurando espaços na zaga do Atlético-GO, que não assustou Jean. Mas o golpe final só veio aos 40 minutos, e em contra-ataque.

Zé Rafael arrancou pela direita, passou pela marcação e tocou para Vinícius, livre dentro da área. O meia cortou o zagueiro e chutou forte, no canto esquerdo de Felipe Garcia, que nada pôde fazer, BAHIA 2 X 0 ATLÉTICO-GO.

O Atlético-GO foi pra cima nos minutos finais e só colocou Jean para trabalhar aos 46 minutos, quando Andrigo arriscou de fora da área e o goleiro voou para espalmar.

SEGUNDO TEMPO

Mesmo com o resultado negativo, o Atlético-GO não esboçou nenhuma reação. Apático, os comandados de Marcelo Cabo assistiam o Bahia trocar passes e chegar no setor ofensivo sem dificuldades. Apesar de diminuir o ritmo, o Tricolor quase ampliou com Juninho, mas Felipe Garcia fez boa defesa.

O tempo foi passando, o Bahia dominando o jogo e, assim como na etapa inicial, teve tranquilidade para chegar ao terceiro gol. Zé Rafael tabelou com Edgar Junio e rolou para o meio. Gustavo Ferrareis, que tinha acabado de entrar, chutou de primeira para ampliar o placar aos 26 minutos, BAHIA 3 X 0 ATLÉTICO-GO.

A vantagem e a consolidação da vitória fez o Bahia diminuir o ritmo, mas manter a posse de bola. O Atlético-GO chegou apenas uma vez na etapa final em chute de Everaldo, mas Jean foi bem no lance. Melhor em campo e com um time amplamente superior ao Atlético-GO, o Tricolor não sofreu para conquistar a segunda vitória diante de sua torcida.

VÍDEOS:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário