Assuntos

domingo, 24 de janeiro de 2016

JOGO 4911

PARTIDA NUM.: 4911
COMPETIÇÃO: Campeonato Brasileiro da Série-B (Segunda Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 1 X 1 Sampaio Corrêa (MA)
DATA: Sábado, 19 de setembro de 2015
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Celio Amorim (SC)
AUXILIARES: Neuza Inês Back (SC)  e Eder Alexandre (SC)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Gustavo e Robson (Bah) e Wilian Simões e Diones (SaC)
RENDA: R$ 507.693,00 
PÚBLICO: 19.091 pagantes
GOLS: Kieza (Bah) e Jheimy (SaC)
BAHIA: Douglas Pires, Cicinho (Railan), Robson, Gustavo e João Paulo; Yuri, Gustavo Blanco, Rômulo (Souza) e Eduardo; Kieza (Zé Roberto) e Roger.
TREINADOR: Sérgio Soares
SAMPAIO CORRÊA: Rodrigo, Daniel Damião, Plinio, Luiz Otavio (Edimar) e Wilian Simões (Rai); Léo Salino, Diones, Nadson, Valber e Edgar; Jheimy (Douglas) 
TREINADOR: Leonardo Condé

OBSERVAÇÃO: Vigésimo sétimo jogo do Bahia na Campeonato Brasileiro da Série-B de 2015.

O Jogo

O Bahia começou agressivo, porém o Sampaio Corrêa teve as melhores oportunidades no primeiro tempo e atacou mais. Seguindo a escrita, o time maranhense teve a primeira boa oportunidade da partida. Aos 10 minutos, Nadson cobrou falta no lado direito, Plínio cabeceou e a bola passou próximo da trave. Já o tricolor teve chance mais clara aos 26 minutos. Eduardo levantou a bola na grande área em cobrança de falta e Gustavo cabeceou para boa defesa do goleiro Rodrigo.

O Esquadrão tinha dificuldades para sair do campo de defesa. No meio, Rômulo errava muitos passes e a torcida vaiava. O ataque estava sem velocidade e não conseguia concluir as jogadas com eficiência. Mas, após troca de passes entre Gustavo Blanco e Cicinho, o lateral direito fez bom passe para Eduardo, que fintou o defensor e invadiu a área. Wilian Simões tentou dar um carrinho e tocou com o braço na bola, cometendo o pênalti. Kieza cobrou rasteiro no canto esquerdo de Rodrigo e abriu o placar para o tricolor.

O time maranhense sentiu o gol por pouco tempo e voltou a criar oportunidades até o final do primeiro tempo.

Segundo Tempo

O time do Bahia voltou para o segundo tempo com problemas de marcação no meio e na zaga. E foi assim, após trapalhada do sistema defensivo, aos quatro minutos, a bola sobrou para Jheimy que igualou o placar na Fonte Nova. O Sampaio continuou impondo o mesmo ritmo, marcando mais e diminuindo os espaços na defesa. O atacante Edgar criou boas jogadas pelo lado esquerdo durante todo o jogo e assustou a defesa tricolor. Foi quando aos 25 minutos o técnico Sérgio Soares tirou o lateral direito Cicinho, que saiu vaiado, para a entrada do jogador Railan.

O lateral deu um pouco mais de velocidade ao time. Em sua primeira jogada, logo aos 27 minutos, ele fez bom cruzamento. A bola passou por quase toda a extensão da grande área e sobrou para Souza, que chutou forte em cima da zaga.

Nos últimos minutos, o Sampaio Corrêa já estava um pouco mais lento em campo, mas, ainda assim, o Bahia não aproveitava as poucas oportunidades criadas. Se vencesse, o tricolor estaria na vice-liderança, já que o Paysandu, segundo colocado, perdeu em casa por 1 a 0 para o Náutico, em partida realizada neste sábado, no estádio Mangueirão, em Belém.

VÍDEO:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário