Assuntos

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

JOGO 4929

PARTIDA NUM.: 4929
COMPETIÇÃO: Copa do Nordeste (Primeira Fase - Jogo de Ida)



JOGO: Bahia 2 X 0 Confiança (SE)
DATA: Quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016
LOCAL:  Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Denis da Silva Serafim (AL) 
AUXILIARES: Pedro Jorge Santos de Araújo (AL) e Wagner José da Silva (AL)
EXPULSÃO: Caíque (Con)
C. AMARELO: João Paulo, Robson, Gustavo (Bah) e Leandro Kivel, Wallace Pernambucano, Caíque, Ney Maruim (Con)
RENDA: R$ 82.577,50
PÚBLICO: 5449 pagantes
GOLS: Hernane (2) (Bah)
BAHIA: 
Marcelo Lomba; Tinga, Robson, Gustavo e João Paulo; Feijão; Danilo Pires (Gustavo Blanco), Juninho, Luisinho e Edigar Junio (Paulo Roberto); Hernane (Zé Roberto). 

TREINADOR: Dorival Guidoni Júnior (Doriva)
CONFIANÇA: Rafael Sandes; Caíque, Lucas Rocha, Wallace Sergipano e Izaldo; Elielton (Nei Maruim), Hamilton, Everton (Bibi), Danilo Bala e Wallace Pernambucano (Diego Ceará); Leandro Kivel.
TREINADOR: Betinho

OBSERVAÇÃO: Terceiro jogo do Bahia na Copa do Nordeste de 2016. Com mais este resultado positivo, o Tricolor seguiu como o único time com 100% de aproveitamento na competição, se isolando na liderança do Grupo C, agora com nove pontos, e deixando uma vantagem de cinco pontos para o Santa Cruz, o segundo colocado.

O Jogo

Como era de se esperar, o Bahia impôs sua melhor qualidade técnica desde o início e assumiu as rédeas do jogo. O Confiança optou por se fechar na defesa e buscar os contra-ataques. Fato que fez os donos da casa pressionar nos primeiros minutos da partida.

Antes dos 15 minutos, foram três boas oportunidades para o time tricolor. Aos 11 minutos, o meia Juninho cobrou escanteio na área e o atacante Hernane desviou de cabeça, para grande defesa do goleiro Rafael Sandes, que fez uma bela ponte.

Depois disso, contudo, o jogo voltou a esfriar. Apesar dos esforços do atacante Luisinho, o mais lúcido em campo, o Esquadrão encontrou muitas dificuldades para penetrar a retranca do Dragão Proletário. Desta forma, o jogo foi para o intervalo sem novas emoções.

Segundo Tempo

Se no primeiro o Bahia esbarrou no ferrolho adversário, no segundo tempo precisou de menos de um minuto para abrir o placar. O lateral Tinga tocou para Luisinho, na ponta direita, e o atacante cruzou na medida para o artilheiro Hernane só empurrar para as redes.

Depois do gol, o time baiano passou a se resguardar mais. E as chances de gols voltaram a se tornar raras. Aos 24 minutos, Rafael Sandes impediu gol de Hernanes, que seria muito parecido com o primeiro. Tinga escapou na direita e cruzou rasteiro para o camisa 9. O goleiro intercepou a jogada.

Mesmo administrando bem o jogo, o Esquadrão ainda conseguiu ampliar o placar. E mais uma vez contou com a dupla Luisinho e Hernane. Aos 30 minutos, o primeiro escapou sozinho pela direita e só rolou para o meio da área. O Brocador, sozinho, novamente só completou para o gol vazio.

VÍDEOS:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário