Assuntos

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

JOGO 4931

PARTIDA NUM.: 4931
COMPETIÇÃO: Copa do Nordeste (Primeira Fase - Jogo de Volta)



JOGO: Bahia 3 X 0 Confiança (SE)
DATA: Quarta-feira, 02 de março de 2016
LOCAL:  Aracaju-SE
ESTÁDIO: Lourival Baptista (Batistão)
JUIZ: Caio Max Augusto Vieira (RN-CBF1)
AUXILIARES: Luis Carlos de França Costa (RN-CBF2) e Francisco Jailson F. da Silva - RN (RN-CBF2).
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: Flávio e Wallace Pernambucano (Conf)
RENDA: R$ 70.638,00.
PÚBLICO: 4.190 pagantes.
GOLS: Hernane (2) e Edigar Junio (Bah)
BAHIA: Marcelo Lomba, Tinga (Yuri), Gustavo, Éder e João Paulo (Hayner); Feijão; Danilo Pires (Paulo Roberto), Juninho, Luisinho e Edigar Junio; Hernane.
TREINADOR: Dorival Guidoni Júnior (Doriva)
CONFIANÇA: Rafael Sandes, Nei Maruim, Valdo, Lucas Rocha e Pedrinho (Izaldo); Flávio, Elielton (João Guilherme), Hamilton, Wallace Pernambucano e Danilo Bala; Leandro Kível (Warley).
TREINADOR: Betinho

OBSERVAÇÃO: Esta foi a quarto partida do Bahia na Copa do Nordeste de 2016. A goleada sofrida no amistoso internacional contra o Orlando City aparentemente não deixou os atletas do Bahia traumatizados. Pois que na noite de quarta-feira (02/03), o Esquadrão manteve os 100% de aproveitamento em jogos oficiais ao bater o Confiança por 3 a 0, pela quarta rodada da Copa do Nordeste, no estádio Lourival Baptista, em Aracaju, com gols de Hernane (marcando duas vezes) e Edigar Junio.  Com este resultado, o Bahia alcançou 12 pontos e seguiu na liderança no grupo C da Copa do Nordeste de 2016.

O Jogo

As duas equipes entraram no em campo com objetivos diferentes. Enquanto o Confiança buscava a sobrevivência, o Bahia tinha o objetivo de manter o bom aproveitamento dentro da competição regional.

Mesmo jogando fora de casa, o Bahia começou tentando surpreender a equipe comandada pelo técnico Betinho, e logo no segundo minuto, Hernane de muito longe chutou sem direção.

Já o Confiança deu as suas cartas no terceiro minuto. Após uma cobrança longa de lateral feita por Nei Maruim, a defesa tricolor vacilou e Leandro Kivel cabeceou muito perto do gol, e aos oito minutos, Danilo Bala recebeu longo passe e ficou de cara com o goleiro Marcelo Lomba, mas não conseguiu passar pelo arqueiro tricolor.

Apesar do Confiança ter assustado, quem balançou a rede foi o Bahia, quando aos 15 minutos, Hayner, que havia entrado no lugar do lesionado João Paulo, avançou pela direita e fez bom cruzamento para Hernane, e este cabeceou com firmeza para o gol. BAHIA 1 X 0. Este foi o sétimo gol do camisa 9 do Bahia em seis jogos oficiais com a camisa tricolor.

O torcedor do Bahia que foi até o Batistão não demorou muito para soltar outro grito de gol, já que aos 21 minutos, Juninho cobrou um escanteio, a bola desviou e sobrou com Hernane. O atacante, com faro de gol, não perdoou tocando com o pé esquerdo e balançsndo as redes do Confiança, BAHIA 2 X 0.

Aos 24 minutos, o Confiança mostrou que estava vivo, quando o atacante Kivel recebeu a bola em profundidade e, de frente para Lomba, concluiu em cima do arqueiro tricolor. No lance seguinte, Danilo Bala recebeu pelo largo esquerdo e chutou para outra defesa do goleiro tricolor.

Três minutos depois, a chance foi de Flávio. Fora da área, o meio-campista chutou rasteiro e a bola passou muito perto do gol defendido por Lomba.

Já aos 35, a bola aérea voltou a assustar a defesa do Bahia. Wallace Pernambucano cobrou escanteio e Valdo cabeceou e a bola desviou na defesa. Na sequência, nova cobrança e a defesa tricolor afastou definitivamente a bola.

No final da primeira etapa, aos 45, foi o Bahia deu o troco com o jogador Luisinho que, recebendo a bola pelo lado direito, finalizou com perigo para boa defesa do goleiro Rafael Sandes.

Segundo Tempo

O início da segunda etapa ficou marcado por tentativas de ataque do Confiança. Aos seis minutos, Danilo Bala recebeu cruzamento vindo da direita e cabeceou para fora. O lance, entretanto, já havia sido parado pela arbitragem em virtude da posição irregular.

Enquanto o Confiança corria atrás para melhorar a sua situação, o Bahia ficava atrás e tentava manter a posse de bola. Somente aos 13 minutos o Bahia subiu ao ataque. Hayner cobrou lateral longo para Luisinho, que cruzou para a área, mas nenhum tricolor chegou para concluir.

Aos 19 minutos, mais uma tentativa do tricolor no ataque, e mais uma vez pela direita, quando Luisinho efetuou um lançamento e o jogador Edigar Junio cabeceou por cima da meta defendida por Rafael Sandes.

O time comandado pelo Técnico Doriva continuou jogando atrás, aguardando por um erro do time sergipano e a oportunidade veio aos 30 minutos, quando após receber a bola na área, o atacante Hernane furou a finalização. Na sequência, Ney Maruim errou e a bola sobrou para o atacante Edigar Junio, que, de fora da área, finalizou com o pé direito para o gol, BAHIA 3 X 0.

Logo na sequência, o Confiança assustou. Após uma cobrança de falta rebatida pelo goleiro Marcelo Lomba, Ney Maruim, com o gol aberto, cabeceou por cima da meta, e aos 38, depois de um escanteio, o mesmo Ney Maruim cabeceou para defesa do arqueiro tricolor.

Dono do resultado, o Bahia tocou a bola e ouviu gritos de "olé" por parte da torcida do Confiança, que já aceitava a eliminação na competição regional. No final, deu Bahia.

VÍDEO:

FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário