Assuntos

segunda-feira, 7 de março de 2016

JOGO 4935

PARTIDA NUM.: 4935
COMPETIÇÃO: Campeonato Baiano (Primeira Fase - Fase de Classificação)



JOGO: Bahia 0 X 2 Vitória (BA)
DATA: Domingo, 13 de março de 2016
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Arena Fonte Nova
JUIZ: Gleidson Santos Oliveira (BA)
AUXILIARES: Elicarlos Franco de Oliveira (BA) e Dijalma Silva Ferreira Junior(BA)
EXPULSÃO: 
C. AMARELO: João Paulo (Bah) e Amaral, Vander, Ramon, José Welison (Vit)
RENDA: R$ 782.413,50
PÚBLICO: 26.534 pagantes
GOLS:  Vander e Tiago Real (Vit)
BAHIA: Marcelo Lomba; Hayner, Gustavo (Robson), Éder e João Paulo; Feijão; Paulo Roberto (Rômulo); Juninho, Luisinho e Edigar Junio; Zé Roberto (Jacó).
TREINADOR: Dorival Guidoni Júnior (Doriva)
VITÓRIA: Caique; José Welison, Ramon, Vinícius e Diego Renan; Amaral, Willian Farias e Tiago Real (Leandro Domingues); Marinho (Arthur Maia), Vander e Robert (Flávio).
TREINADOR: Vágner Mancini

OBSERVAÇÃO: Sexto jogo do Bahia no Campeonato Baiano de 2016. Pela última rodada da primeira fase do Campeonato Baiano, Bahia e Vitória mediram forças pela primeira vez no certame estadual, com o Rubro-Negro levando vantagem sobre o Tricolor de Aço. Vencendo pelo placar de 2 a 0, o Leãozinho da Barra chegou ao sétimo confronto seguido sem perder para o Tricolor e terminou com a série de 100% de aproveitamento do Bahia em jogos oficiais na temporada.

Mesmo com este resultado negativo, o Bahia terminou a primeira fase na liderança do campeonato com 15 pontos ganhos em 18 disputados. Já o Vitória, com 13 pontos, se garantiu na segunda posição da etapa classificatória do Baianão de 2016.

O jogo

A partida já iniciou intensa, com o Vitória em busca do primeiro gol no estádio da Arena Fonte Nova. Entretanto, foi o Bahia que teve um bom lance aos dois minutos, quanto Luisinho se aproveitou de um rápido contra-ataque e chutou cruzado na entrada da pequena área e viu a bola sair pelo lado do gol rubro-negro.

Com muita velocidade, as duas equipes tentavam surpreender o seu adversário, mas travavam nas duras marcações dos defensores presentes na partida. Aos oito, o rubro-negro Amaral levou perigo ao clube anfitrião em chute forte defendido pelo goleiro tricolor Marcelo Lomba.

As fortes interceptações dos dois times fizeram o jogo esquentar aos 11 minutos, fazendo com que o árbitro parasse a partida para amarelar o volante Amaral, do Vitória. Entretanto, as duas equipes continuaram a forçar nos lances e o confronto seguia truncado.

Aos 23, p tricolor Paulo Roberto recebeu a bola no meio do campo e arrancou com muita velocidade, mas depois de passar pelos marcadores acabou chutando prensado com Vinicius e viu a bola sair pela linha de fundo. Já aos 27, foi à vez de Juninho do Bahia arriscar de fora da área e dar trabalho para Caique, que realizou uma boa defesa.

Melhor em campo, o Bahia seguia pressionando enquanto o Vitória tentava se aproveitar de contra-ataques para surpreender o rival. Aos 30, em uma jogada criada por Tiago Real e Marinho quase termina em gol para os visitantes, animando a sua torcida presente na Fonte Nova. Aos 32, o Tricolor respondeu cpm boa cabeçada de Luisinho, obrigando o goleiro Caique a fazer outra bela defesa.

Com a partida bem intensa dos dois lados, o Ribro-Negro teve uma grande chance de abrir o placar aos 34, quando Robert recebeu bom cruzamento e cabeceou sozinho para ver a bola passar rente a trave. Ainda com fortes marcações das duas partes, o clássico acabou sem gols no final da primeira etapa.

Segundo Tempo

E nem bem foi iniciado o segundo tempo, uma das equipes teve motivos para celebrar. Com menos de 25 segundos, Vander se aproveitou de falha na zaga tricolor para bater colocado e correr para o abraço. Vitória 1 X 0.

Com o gol, o Leãozinho da Barra teve outro bom momento aos dois minutos, quando Marinho entrou na pequena área e bateu cruzado para ver a bola bater em Gustavo e sair pela linha de fundo. Logo depois foi a vez do Tricolor responder com Zé Roberto, que desviou de cabeça e viu Caique evitar o empate tricolor.

O jogo se tornou intenso com o gol do Vitória e aos sete, Tiago Real bateu cruzado e a bola passou por cima da meta do Tricolor. Aos 10, foi à vez de Robert colocar a bola para fora. Aos 11, Amaral desvia para Vinícius, que sozinho, mandou a bola para fora.

Mais intenso no jogo, o Ruvro-Negro não demorou muito para ampliar a sua vantagem. Aos 14 minutos, em outra falha da zaga tricolor, Tiago Real viu Marcelo Lomba adiantado e chutou colocado. Vitória 2 X 0. 

Com mais tranquilidade, os comandados do técnico Vágner Mancini diminuíram o seu ritmo e ficaram esperando o Bahia agir. Aos 20 minutos o tricolor quase diminuiu em chute cruzado de Luisinho. Aos 27, a equipe do técnico Doriva teve outra boa oportunidade em jogada ensaiada, mas que foi afastada pela zaga rubro-negra.

Aos 30, outro belo lance de Caique impediu o gol tricolor. Em cobrança de falta, Juninho chutou e o arqueiro do Vitória espalmou por cima do gol.

Mais nervosos, os tricolores não conseguiam criar novas jogadas de efeito e viram o adversário administrar o jogo até os minutos finais. Final Bahia 0 X 2 Vitória.

VÍDEO:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário