Assuntos

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

JOGO 4988

PARTIDA NUM.: 4988
COMPETIÇÃO: Copa do Nordeste (Primeira Fase - Jogo de Ida)



JOGO: Bahia 0 X 0 Fortaleza (CE)
DATA: Quinta-feira, 26 de janeiro de 2017
LOCAL: Fortaleza-CE
ESTÁDIO: Governador Plácido Castelo, (Arena Castelão)
JUIZ: Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE)
AUXILIARES: Marlon Rafael Gomes de Oliveira (PE) e Francisco Chaves Bezerra Júnior (PE)
EXPULSÃO: Juninho (Bah)
C. AMARELO: Renê Júnior, Juninho, Jean e Hernane (Bah) e Gastón, Rodrigo Andrade e Vacaria (For)
RENDA: R$ 84.992,00
PÚBLICO: 8.202 pagantes
BAHIA: Jean; Eduardo, Tiago, Jackson e Armero (Éder); Juninho, Renê Júnior e Régis; Zé Rafael (Matheus Sales), Hernane e Allione (Diego Rosa).
TREINADOR: Guto Ferreira (Gordiola)
FORTALEZA: Marcelo Boeck; Jefferson, Heitor, Ligger e Gastón Filgueira; Anderson Uchôa, Vacaria (Allan Vieira) e Rodrigo Andrade (Patuta); Juninho Potiguar (Wesley), Gabriel Pereira e Lúcio Flávio.
TREINADOR: Hemerson Maria

OBSERVAÇÃO: Jogo de estreia do Bahia na Copa do Nordeste de 2017. Mesmo atuando com um jogador a menos (Juninho foi expulso) desde os 37 minutos do primeiro tempo, o Bahia conseguiu segurar um empate sem gols diante do Fortaleza em plena Arena Castelão, pela primeira rodada da Copa do Nordeste de 2017.

Curiosamente, o outro jogo do Grupo B também terminou empatado. O Moto Club recebeu o Altos, no Estádio Castelão, e ficou no 1 a 1. Os gols marcados, porém, fazem com que fiquem na frente, por enquanto, de Bahia e Fortaleza na tabela de classificação.

O JOGO

Com um elenco considerado superior ao do Fortaleza, o Bahia não demorou para tomar o domínio do jogo e poderia ter saído na frente do placar logo aos 18 minutos, quando Régis deixou a bola para Zé Rafael, que deu cruzamento para Hernane Brocador, em posição irregular, mandar para o fundo das redes. O árbitro acabou anulando o lance.

O clima era quente no clássico nordestino e foi ganhar em emoção a partir dos 37 minutos. Juninho impediu que Anderson Uchôa puxasse o contra-ataque e acabou sendo expulso. Com um a mais, o Fortaleza começou a se impor e ameaçar o Bahia, que tinha o duelo nas mãos até então.

SEGUNDO TEMPO

No segundo tempo, foi um verdadeiro ataque contra-ataque. O Bahia se encolheu todo e tomou um sufoco do adversário. Lúcio Flávio recebeu dentro da área e tentou por cobertura. Jean estava batido, mas Tiago acabou tirando a bola em cima da linha e impedindo que o time baiano saísse atrás do marcador.

Aos 36 minutos, foi a vez de Jean salvar o Bahia. Lúcio Flávio pegou na pequena área e cabeceou para um milagre do goleiro, que foi buscar no ângulo. O Fortaleza tentou de todas as formas, mas não conseguiu passar pelo ferrolho baiano.

VÍDEOS:

FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário