Assuntos

segunda-feira, 7 de abril de 2014

JOGO 3162

PARTIDA NUM.: 3162
COMPETIÇÃO: Taça Libertadores da América (Quartas de final)


JOGO: Bahia 0 X 0 Internacional (RS)
DATA: Quarta-feira, 26 de abril de 1989
LOCAL: Salvador-BA
ESTÁDIO: Octávio Mangabeira (Fonte Nova)
JUIZ: Arnaldo César Coelho (RJ)
AUXILIARES: 
EXPULSÃO: Charles (Bah) e Edu Lima (Int)
C. AMARELO: Tarantini (Bah) e Luís Carlos Martins, Aguirregaray e Casemiro (Int)
RENDA: NCz$ 105.614,00
PÚBLICO: 44.327 pagantes
BAHIA: Ronaldo, Tarantini (Marcelo), João Marcelo, Claudir e Paulo Róbson; Paulo Rodrigues, Gil Sergipano e Zé Carlos; Osmar, Charles e Sandro.
TREINADOR: Renê Simões
INTERNACIONAL: Taffarel, Norberto, Aguirregaray, Norton e Casemiro; Bonamigo, Luís Carlos Martins e Luís Fernando Flores; Hêider (Nenê), Nílson (Dacroce) e Edu Lima.
TREINADOR: Abel Braga.

OBSERVAÇÃO: Décimo e último jogo do Bahia na Taça Libertadores da América de 1989 e com esse resultado infelizmente o Bahia foi eliminado do torneio. Uma série de erros cometidos pelo então presidente Paulo Maracajá em minha opinião contribuíram e muito com a saída do Bahia da Libertadores diante do colorado gaúcho. Posso citar aqui a venda de jogadores, a saída do técnico Evaristo de Macedo, a não marcação pelo juiz de um gol legitimo de Charles no jogo de ida em Porto Alegre e para completar, a concordância do presidente na disputa da última partida em situação totalmente desfavorável para o Bahia, já que o gramado da Fonte Nova (devido as fortes chuvas) encontrava-se em situação calamitosa e imprópria para realização de uma partida profissional de futebol. Consultado pelo juiz da partida (diferentemente do que é dito no vídeo) que achava não haver condições de jogo, o presidente Paulo Maracajá aceitou ingenuamente a realização da partida, facilitando assim para os colorados que tinha um time muito mais pesado do que o Bahia, e assim depois de tantos erros infelizmente estava finalizada a segunda participação do Bahia na Taça Libertadores da América.

VÍDEO:

FOTO:

Nenhum comentário:

Postar um comentário