Assuntos

segunda-feira, 30 de março de 2015

JOGO 4870

PARTIDA NUM.: 4870
COMPETIÇÃO: Campeonato Baiano (Semifinais - Jogo de Ida)



JOGO: Bahia 2 X 1 Juazeirense (BA)
DATA: Domingo, 05 abril de 2015
LOCAL: Juazeiro-BA
ESTÁDIO: Adauto Moraes (Adautão)
JUIZ: Jailson Macedo de Freitas (BA)
AUXILIARES: José Raimundo Dias da Hora (BA) e Dijalma Silva Ferreira Junior (BA)
C. AMARELO:  Wilson Pittoni  e Patric (Bah) e Waguinho e Daniel Costa (Jua)
RENDA: 
PÚBLICO:  
GOLS: Max Biancucchi e Kieza (Bah) e Fabiano (Jua)
BAHIA: Douglas Pires; Tony, Thales, Titi e Patric; Wilson Pittoni, Souza, Tiago Real e Maxi Biancucchi (Willians Santana); Léo Gamalho e Kieza (Robson).
TREINADOR: Sérgio Soares
JUAZEIRENSE: Tigre; Maicon, Josemar, Fabiano e Adriano Chuva; Waguinho, Naldo, Daniel Costa (Willian) e Juninho; Sassá (Nen) e Júnior Pipoca.
TREINADOR: Quintino Barbosa (Barbosinha)

OBSERVAÇÃO: Nono jogo do Bahia no Campeonato Baiano de 2015. Confirmando o seu favoritismo, o Bahia foi ao estádio Adauto Morais e bateu a Juazeirense por 2 a 1, gols de Maxi e Kieza,  naquela que foi a primeira de duas partidas entre as equipes, que disputam um lugar na final do Campeonato Baiano.
 
O tricolor da capital contou nesta partida mais uma vez com a sabedoria do seu técnico Sérgio Soares, que fez a equipe apostar nos lançamentos longos por conta do conhecido péssimo estado do gramado da praça esportiva de Juazeiro

O JOGO
 
Jogando com inteligência, o tricolor da capital se aproveitou do talento de seus atletas do meio campo para abrir o placar logo aos 10 minutos de jogo. A Juazeirense tentou pressionar o Esquadrão de Aço, mas Souza fez belo lançamento para Maxi Biancucchi, que driblou o goleiro adversário com um toque de cabeça e mandou para as redes: Bahia 1 a 0.

Dois minutos depois, Kieza teve a chance de ampliar, após passar bonito por dois adversários e ficar de cara com o gol, mas errou o chute e mandou longe da meta.

A Juazeirense tentou responder aos 17, com Juninho aproveitando sobra de bola e chutando de longe, mas Douglas Pires estava atento.

O time da casa conseguiu igualar as ações, e após a partida ficar igual no meio de campo, a Juázeirense chegou ao empate aos 37 minutos. Em uma cobrança de falta pela direita, Douglas Pires ficou muito adiantado e precisou rebater e assim evitar o gol, mas na sobra o zagueiro Fabiano mandou para o fundo das redes: Juazeirense 1 x 1 Bahia.

Cinco minutos depois de levar o empate, o Bahia esteve perto de fazer o segundo, com Maxi Biancucchi, que recebeu cruzamento sozinho mas mandou na rede pelo lado de fora.

Animada com o empate, a Juazeirense foi com tudo para cima no final da primeira etapa, e colocou duas bolas na trave do goleiro Douglas Pires. Na primeira, o arqueiro estava adiantado novamente. Juninho percebeu e bateu rasteiro, com a bola batendo na trave a passando na frente do gol tricolor.

Já o segundo toque na trave veio após um cruzamento na área, que Júnior Pipoca aproveitou e viu Douglas Pies ficar apenas olhando, mas para a sorte do tricolor ela não entrou.
 
SEGUNDO TEMPO
 
A segunda parte do jogo começou como terminou a primeira: com a Juazeirense perto de virar o placar. Logo aos 4 minutos, após cobrança de falta, Sassá cabeceou e quase superou Douglas Pires, mais uma vez adiantado. O arqueiro tricolor se redimiu, no entanto, e conseguiu desviar a bola para fora.
 
Quatro minutos depois, foi a vez de Sassá tentar, de bicicleta, mas a bola saiu fraca e Douglas Pires fez a defesa sem dificuldades.
 
A pressão inicial pareceu ter acordado o Bahia, que voltou a dominar a partida. A primeira grande chance tricolor no segundo tempo veio aos 17, após Maxi Biancucchi acreditar em uma jogada pela direita e bater forte para o meio da área. Souza conseguiu chegar, mas acabou sendo enganado pelo gramado irregular e perdendo boa chance.
 
Aos 22, o gol da vitória. E jogada iniciada pelo zagueiro Thales, que brigou pela bola após perder no campo de ataque, a sobra ficou com Kieza, que na cara do gol justiçou por que é artilheiro do Esquadrão e tocou no canto do goleiro Tigre: Bahia 2 a 1.

O tricolor conseguiu administrar a vantagem após marcar o segundo, e só chegou a ser ameaçado nos acréscimos, quando Douglas Pires fez grande defesa após cruzamento na área. Final Juazeirense 1 X 2 Bahia. Agora para avançar para a final do campeonato o Bahia poderá perder por até por um gol de diferença no jogo de volta dia 19/04 na Fonte Nova.

VÍDEO:


FOTOS:

Nenhum comentário:

Postar um comentário