Assuntos

sábado, 21 de março de 2015

GUERRA

GUERRA

JOGADOR: Guerra
NOME: Alejandro Abraham Guerra Morales
DATA DE NASCIMENTO: 09 de julho de 1985
LOCAL: Caracas-VEN
DATA DE FALECIMENTO: 
LOCAL: 
POSIÇÃO: Meia
PERÍODO: 2019
JOGOS: 
GOLS: 
ORIGEM: Divisões de Base do Caracas-VEN e Juventud Antoniana-ARG
JOGO DE ESTRÉIA: Grêmio-RS 1 X 1 Bahia em 10/07/2019 pelas Quartas de Finais da Copa do Brasil de 2019
JOGO DE DESPEDIDA:
CLUBES NA CARREIRA: Caracas-VEN, Deportivo Anzoátegui-VEN, Mineros de Guayana-VEN, Atlético Nacional-COL, Palmeiras-SP e Bahia


TÍTULOS NO CLUBE

Nenhum

OBSERVAÇÃO: Nascido em Caracas, na Venezuela, Guerra começou sua carreira no Caracas Fútbol Club em 2003, onde jogou por 4 partidas durante o Campeonato Nacional. Ele marcou seu primeiro gol no dia 21 de setembro de 2003, em um jogo contra o Monagas, que terminou em 6 a 0 para sua equipe.

Em 2004, Guerra foi emprestado por um ano para o clube argentino Juventud Antoniana, da Segunda Divisão. Ele não fez nenhum jogo pelo clube. No ano seguinte, Guerra começou a jogar como titular habitual do Caracas. Ele marcou seu primeiro gol na Copa Libertadores no dia 22 de fevereiro de 2007, contra a LDU de Quito. No dia 1 de julho de 2010 Guerra deixou a equipe, alegando "divergências econômicas com a direção do clube

Em 20 de julho de 2010, Guerra assinou contrato de um ano com o Deportivo Anzoátegui. Estreou no dia 8 de agosto de 2010, em um jogo contra o Deportivo Petare, onde fez um gol.

Guerra marcou seu primeiro hat-trick em 3 de abril de 2011, em uma vitória por 4 a 2 contra o Estudiantes de Mérida. No mesmo mês, o jogador marcou seu segundo hat-trick, em um 10 a 0 histórico contra o Atlético Venezuela. Ele marcou 16 gols na temporada, marcando também em um jogo da Copa Sul-Americana de 2011.

Em julho de 2011, Guerra transferiu-se para o Mineros de Guayana. Ele foi considerado titular enquanto esteve na equipe, terminando a temporada 2013–14 em segundo lugar. Foi um jogador chave durante a Copa Sul-Americana de 2012, marcando três gols em apenas quatro jogos, ajudando seu time a ser a primeira equipe venezuelana a ganhar um jogo fora de casa nesta competição.

No dia 30 de junho de 2014, Guerra foi emprestado por um ano para a equipe colombiana do Atlético Nacional, transferindo-se definitivamente em julho de 2015. O Mineros manteve 30% de seus direitos econômicos.

Guerra foi um jogador importante durante a campanha vencedora da Copa Libertadores de 2016, jogando em 13 jogos e marcando três gols; dois deles, em uma vitória em casa contra o Huracán em 3 de maio de 2016, garantindo a classificação de sua equipe para as quartas-de-final. Guerra se transformou no primeiro venezuelano a ganhar a competição. Ao fim da competição, Guerra ganhou o prêmio de melhor jogadores da Libertadores de 2016, dado pela Conmebol.

Já no dia 27 de dezembro, o Palmeiras-SP anunciou a contratação de Alejandro Guerra, vindo do Atlético Nacional, da Colômbia, equipe campeã da Copa Libertadores de 2016. Ao fim do torneio, foi eleito o melhor jogador da competição sul-americana. A negociação foi concretizada com ajuda do patrocinador alviverde, a Crefisa, que desembolsou US$ 3,7 milhões (cerca de R$ 11,7 milhões) para adquirir o passe de Guerra.

Guerra fez a sua estreia pelo Palmeiras na segunda rodada do Campeonato Paulista, na derrota para o Ituano por 1 a 0. Fez seu primeiro gol pelo novo clube contra o São Paulo, no Allianz Parque.

Em 05/07/2019, aos 33 anos de idade, o jogador Guerra foi anunciado como novo jogador do Bahia, emprestado que foi pelo Palmeiras até o final do ano de 2019.

VÍDEO:

Apresentação oficial dos jogadores Guerra e Juninho - 08/07/2019

FOTOS:


Nenhum comentário:

Postar um comentário